Twitter do SuperGospel Facebook do SuperGospel RSS - SuperGospel

Matérias em destaque




Entrevista: Walter Lopes

Publicada em 01/12/2002
Redação Super Gospel
Clique em Compartilhar e divulgue esse conteúdo com os seus amigos no Orkut
Walter, vamos começar com a pergunta mais requisitada por todos os usuários: Qual foi o real motivo da sua saída do Oficina G3?

A Bíblia já diz em Eclesiaste 3: 1-8 "que pra tudo tem um tempo determinado", e esse essencialmente é o principal motivo. Houveram alguns problemas pessoais que se completaram com desencontros de idéias e princípios que divergiam da banda, o que culminou na minha saída. Claro que não foi fácil, foi um processo, onde Deus me fez entender seus propósitos, e hoje tenho paz em dizer, que "há tempo para todo propósito debaixo do céu: há tempo...."

Então a sua saída da banda não tem nada a ver com a ida do G3 para a MK?

Não, mesmo porque eu gravei um cd por esta gravadora.

Como é o seu relacionamento com o Oficina G3 hoje?

Depois da minha saída, perdemos o contato.

Você perdeu o contato porque aconteceu alguma briga na separação? Haveria chance de voltar a falar com os caras?

Este assunto está diante de Deus, sei que Ele esta no comando de todas as coisas.

Existe possibilidade de você voltar para o Oficina G3?

Não acredito, mas estou aberto para fazer a vontade de Deus.

Você montou uma nova banda? Quem são os componentes? Qual será o estilo musical? Quando sai o CD?

Sim, após 7 meses da minha saída, foi que surgiu "Judas, o Outro", os componentes são: Cris, no teclado; Enok na guitarra; Duda no baixo; e eu na batera. O estilo é Rock, em várias vertentes.O Cd tem previsão para o primeiro semestre do ano que vem.

Qual o porquê do nome "Judas - O outro"? É uma indireta para alguém?

O nome da banda tem o intuito de quebrar preconceitos e lembrar as pessoas que de maneira alguma, elas podem rotular as outras. Todo mundo, ou quase todos, ao ouvir o nome Judas, se lembra do traidor, e se esquece daquele que escreveu um dos livros tão importante da Palavra, no qual o seu autor (JUDAS), o irmão de Tiago e meio irmão de Jesus,escreveu para exortar os crentes a batalhar pela fé e não se afastar da verdade pôr causa dos mestres enganadores e falsas doutrinas.

O Cristão não deveria dar indiretas a ninguém, pois Jesus nos ensina que "seja o nosso falar sim,sim; não , não".

Você continua sendo patrocinado?

Sim, tive total apoio mesmo após a minha saída. Atualmente continuo trabalhando com os pratos SABIAN,e hoje conto com as peles RMV e também com apoio de seu novo empreendimento, que é a bateria Concept.

Com a experiência que você tem, você acredita que uma banda evangélica pode começar com o intuído de pregar a mensagem e evangelizar, mas depois, com o sucesso, perder o real objetivo? Como fazer para isso não acontecer?

Todos nós estamos sujeitos, e a única maneira que temos para não confundir causa com conseqüência é através da intimidade com Deus. Para que as coisas não aconteçam como na "estória do jumento que carregou Jesus na entrada de Jerusalém, e pensou que toda aquela festa era pra ele", somos somente instrumentos, vasos usados pôr Deus.

Um usuário disse no nosso Fórum que o Jean e o PG chegaram a ficar hospedados na sua casa durante um tempo. É verdade? Poderia nos contar um pouco sobre isso?

Quando convidei o Jean para entrar na banda, ele morava em Brasília, veio para São Paulo e morou em minha casa dois anos. Quanto ao PG, pela dificuldade e burocracia de se alugar um imóvel, alugou meu apto e morou com seu irmão Jonny e também o Jean até que pudessem comprar os seus.

O que acha dos costumes, como piercings e brincos? E o que acha de igrejas temáticas como igreja para surfistas, metaleiros, punks, etc?

A Palavra nos diz que o evangelho deve ser pregado a toda criatura. Quanto as comunidades, tenho visto bons frutos.Pessoalmente estive na Zadoque, e embora seu visual diferente pude sentir o Amor de Deus através deles.Sem dizer que a palavra me exortou, edificou e consolou, depois de tudo isso, só resta dizer, que é notório e visível o compromisso com o Pai.Quanto aos piercings e brincos, sou contra aqueles que fazem só por modismo, sem um propósito definido.

Como você vê a saída de vários artistas da Gospel Records?

Cada caso é um caso, estive vinculado a Gospel durante alguns anos até que apareceu uma proposta melhor.

Você é casado? Tem filhos?

Sim, graças a Deus, casado há quase 17 anos, com Claudia, "minha pequena", temos dois filhos Philipe e Samuel.

Em que igreja você congrega?

Congrego na igreja Congregacional da Relva, onde eu e minha esposa Claudia temos trabalhado com os jovens. Nosso pastor se chama Jean e a igreja fica em Interlagos.

Quando para você uma banda pode ser considerada gospel? Quando os componentes são cristãos ou quando as letras falam de Deus?

Para mim gospel não é apenas um estilo musical, mas sim maneira de viver.

Uma banda gospel tem que trazer através da musica edificação, consolo e encorajamento.

Gostaria de comentar uma letra de uma banda "secular" que dizem aquilo que nós deveríamos dizer, Deus tem seus mistérios. Ouçam e pasmem no ultimo álbum do J Quest, a faixa 12, "tanta mentira".

Deixe um recado para toda a galera do Supergospel ...

Acima de qualquer conceito, ou pré-conceito, acima de tudo, que o homem possa ser, se ele não tiver Amor de nada vale! Ame a Deus e ame seu irmão....

Seja social :)

 

Deixe o seu comentário


Grátis: Novidades em seu email


Siga-nos no twitter

Fique ligado em música gospel: @supergospel

Conheça os lançamentos e promoções: @gospelgoods (Loja virtual Gospel Goods)



Novidades em seu email

Conteúdo Top





Parceiro

O Super Gospel, o portal da música gospel, é patrocinado pela loja virtual Gospel Goods
Loja virtual Gospel Goods
Fique ligado no que acontece no Super Gospel: Siga-nos no Twitter, receba atualizações via RSS ou e-mail.
Copyright - 2001 - 2011 Supergospel. Todos os direitos reservados.