Twitter do SuperGospel Facebook do SuperGospel

Matérias em destaque



Análise

CD Memórias
(Eli Soares)

Tiago Abreu em 24/04/2017
Para o Super Gospel
Memórias

Compre este CD agora

Faixas:
1. Não Posso Te Deixar
2. Louvemos ao Senhor
3. Tributo a Iehovah (Eu Sou Grato)
4. Ao Único
5. Ele é Exaltado
6. Tu Vives Entre Os Querubins
7. Portas Abertas
8. Nenhuma Condenação Há
9. Seja Engrandecido
10. Maravilhoso És
11. Estrela da Manhã
12. Cenas
Discos de covers no cenário evangélico são somente comuns quando relativos à canções de hinários. Mas, para tributo de artistas e seus repertórios, a música cristã nacional não possui longo histórico. E, nisso, Memórias, de Eli Soares, é um trabalho que garante certo grau de novidade.

Em seu novo trabalho, Eli mostra as suas influências e o que, de certa forma, lhe constituiu como músico e intérprete. Concentradas em registros das décadas de 1980, 1990 e 2000, as canções apresentam artistas e bandas de relevância histórica em roupagens intimistas.

O repertório de Memórias é, além de tudo, uma homenagem aos músicos que trouxeram certa veia black ao cenário evangélico. É logo na introdutória Não Posso Te Deixar, regravação da canção de Kleber Lucas (2003), conduzida em piano e voz, que se percebe o teor de proximidade exercida por Soares com as músicas escolhidas para a obra.

Como um trabalho de banda, vale destacar a influência Motown no soul Louvemos ao Senhor, versão conhecida na voz de Adhemar de Campos, a riqueza dos arranjos vocais, dirigidos por Eli, em Tu Vives Entre os Querubins (Sóstenes Mendes) e toda a construção melódica de Portas Abertas (Paulo Cezar), principalmente pelos riffs de baixo de Junior Braguinha e os teclados de Marcus Abjaud.

É impossível não notar a influência de Adhemar de Campos em Eli Soares: das doze canções, três tem ligação com o músico. Ele É Exaltado, Tributo a Iehovah (Eu Sou Grato) e a já citada Louvemos ao Senhor estão entre os momentos mais interessantes do trabalho. Em segundo nível, está o Koinonya, com duas composições de Bené Gomes: Ao Único (que peca pela repetição) e Maravilhoso És.

Além de canções mais ousadas, o novo disco de Soares é um trabalho de baladas. O álbum também apresenta faixas com roupagens menos surpreendentes. No entanto, é notável que nenhuma roupagem se descaracteriza do estilo de Eli, enquanto nenhuma música se desliga completamente dos seus artistas originais. Cenas, em voz e violão, encerra o trabalho da melhor forma possível, comprovando que Memórias é o registro mais completo e forte da discografia do cantor.

Nota: ★★★★☆


Compre o CD Memórias na loja virtual Gospel Goods

Atenção: As análises são escritas por usuários colaboradores do Super Gospel, e descrevem suas opiniões pessoais. Os comentários e observações não necessariamente refletem as opiniões do site.

Seja social :)

 

Deixe o seu comentário


Siga-nos no twitter

Fique ligado em música gospel: @supergospel

Conheça os lançamentos e promoções: facebook.com/gospelgoods (Loja virtual Gospel Goods)



Conteúdo Top





Parceiro

O Super Gospel, o portal da música gospel, é patrocinado pela loja virtual Gospel Goods
Loja virtual Gospel Goods
Copyright - 2001 - 2018 Supergospel. Todos os direitos reservados.