Twitter do SuperGospel Facebook do SuperGospel

Matérias em destaque



Análise

CD Famíla Soul & Novo Israel
(Família Soul)

Roberto Azevedo em 27/07/2009
Para o Super Gospel
Famíla Soul & Novo Israel

Compre este CD agora

Faixas:
1. Prelúdio | Digno
2. Serei contigo
3. Usa a minha voz
4. Eu não sou mais o mesmo
5. Emanuel
6. Um servo
7. Aceita-me
8. Tempestade
9. Morar com Jesu
10. Não há nada comparado
11. Vem me amparar
12. Digno
13. Quero te amar
14. Eu tudo posso
O Ministério Família Soul foi formado em Dezembro de 2000 por Bruno Menezes. O grupo prega o evangelho através da sonoridade black music. Lançaram seu primeiro disco, intitulado \"Vem me amparar\", com participação de Leonardo Gonçalves e Ton Carfi.

O Ministério Novo Israel foi formado em janeiro de 2008, também por Bruno Menezes. O grupo é formado por integrantes do Família Soul, com uma proposta musical voltada para o louvor e adoração (worship). Lançaram seu primeiro disco, intitulado \"Em teus braços” com nítidas influências de bandas como Hillsong United, Planet Shakers e Desesperation Band.

Em 2009 os dois se uniram e lançaram, em cd e dvd, “Família Soul e Novo Israel – ao vivo”. O registro foi realizado em novembro de 2008 no teatro Ruy Barbosa, dentro da Universidade Mackenzie. O repertório foi montado em cima das canções dos álbuns “Vem me amparar” e “Em Teus braços” e vem recheado de participações de grandes nomes da música gospel nacional.

As 14 canções são de autoria de Bruno Menezes. O projeto gráfico e a diagramação ficaram por conta do competente Anderson Novais

Uma interpretação piano e voz dá início ao culto. Nesta abertura é cantada uma estrofe e o refrão da música Digno que é um belo momento de exaltação a Deus.

Embalada por um violão folk entoamos a contagiante Serei contigo. O hino é cantado em primeira pessoa (como se fosse Deus falando) e versa sobre confiança. Destaque para o carisma de Camila Alarcon e para o back vocal bem distribuído. Muito boa.

Dando continuidade na pegada que mescla balada com pop rock temos Usa a minha voz. É outro louvor empolgante, desta vez tratando sobre compromisso e disponibilidade em relação ao cumprimento do “Ide!”. Destaque para os riffs de guitarra.

Eu não sou mais o mesmo declara sobre o júbilo de sermos nova criatura através da operação do Espírito Santo. Interpretado por Fernanda Anjos, possui uma pegada que lembra a sonoridade do pop rock australiano com destaque para os licks de guitarra e para as frases do baixo.

A faixa cinco segue uma linha mais congregacional. Emanuel é um belo momento de adoração que exalta o nome do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

A primeira participação da noite é de Daniela Araújo. Um servo é conduzida por um groove de guitarra. É outra canção que aborda o tema sobre disponibilidade para ser usado por Deus na sua obra. Destaques para as nuances de dinâmica no decorrer do arranjo.

Aceita-me é um lindo dueto entre Rosângela Thomazzi e Jônatas Cueri. O louvor é uma oração de contrição e entrega. Mais uma vez, destaque também para a dinâmica do instrumental.

Um marcante dueto entre Bruno Menezes e Leonardo Gonçalves dá o tom para Tempestade que é alusiva ao cuidado divino por aqueles que o honram através do seu amor incondicional. Um belo momento de gratidão e reconhecimento pela fidelidade de Deus.

A seguir entramos no repertório do coral Família Soul. Morar com Jesus versa sobre eternidade e conta com a participação de Renato Max. Muito groove, coral em tríades, melismas e um virtuoso solo de piano de Paulo Santana. Somzeira!

Na canção seguinte ouvimos outra declaração de amor ao nosso Deus. Não há nada comparado é um momento de adoração bem introspectivo. É conduzido pelo piano e conta com o coral executando a música desde o início, com as vozes muito bem colocadas.

Vem me amparar também executada piano e voz. Os melismas de Ton Carfi dão um toque a mais neste tema que deu nome ao primeiro disco da banda. Destaque para as intervenções vocais do coral e para a condução harmônica do piano.

Digno, que abriu o repertório de forma suave e contemplativa, é executada completa na faixa 12. Seus versos exaltam o Senhor Jesus, Cordeiro Santo de Deus, sua obra redentora na cruz e sua volta, onde irá reinar eternamente. O solo é de Camila Alarcon e o instrumental vem com uma pegada bacana e envolvente.

O Art Trio marca presença em Quero Te amar. Mais um arranjo acústico e percussivo em outra oração de busca e entrega. Destaque para o “a capela” no turn around final.

Terminando o culto temos Leonardo Gonçalves, Ton Carfi e Renato Max fazendo a blackeira acontecer em Eu tudo posso. Mais groove de baixo, swing de guitarra, melismas e coral em tríades. Chapa quentíssima!

Como foi comentado acima, o trabalho foi lançado em cd e em dvd e vale a pena ser adquirido nos dois formatos. Em meados de 2009 o Família Soul passou a se chamar “Ministério Somos Um”. O motivo desta nova visão pode ser acompanhado no blog - http://todosumblog.blogspot.com.

Maiores informações: www.familiasoul.com.br


Compre o CD Famíla Soul & Novo Israel na loja virtual Gospel Goods

Atenção: As análises são escritas por usuários colaboradores do Super Gospel, e descrevem suas opiniões pessoais. Os comentários e observações não necessariamente refletem as opiniões do site.

Seja social :)

 

Deixe o seu comentário


Siga-nos no twitter

Fique ligado em música gospel: @supergospel

Conheça os lançamentos e promoções: facebook.com/gospelgoods (Loja virtual Gospel Goods)



Conteúdo Top





Parceiro

O Super Gospel, o portal da música gospel, é patrocinado pela loja virtual Gospel Goods
Loja virtual Gospel Goods
Copyright - 2001 - 2018 Supergospel. Todos os direitos reservados.