Twitter do SuperGospel Facebook do SuperGospel

Matérias em destaque



Análise

CD All Of The Above
(Hillsong United)

Eduardo de Menezes em 12/09/2007
Para o Super Gospel
All Of The Above

Compre este CD agora

Faixas:
1. Point Of Difference
2. Break Free
3. Desperate People
4. Devotion
5. Draw Me Closer [Selah]
6. Lead Me To The Cross
7. Found
8. Hosanna
9. For All Who Are To Come [Selah]
10. Solution
11. My Future Decided
12. Never Let Me Go
13. You
14. Saviour King
Desde 1999, o Hillsong United lança anualmente seus álbuns, que são recheados de riffs de guitarras, levadas bem maneiras na bateria, músicas de celebração contagiantes e canções de adoração profundas. E este ano, além de todas essas características do ministério, este novo álbum – produzido por Joel Houston, Michael Guy Chislett, Paul Mabury e James Rudder – vem com um diferencial. Buscando sempre inovar, o pessoal do United gravou as 14 músicas inéditas do All of the Above totalmente em estúdio.

A música que abre o álbum é a “Point of Difference”, escrita e solada pelo Joel Houston, cuja letra diz que, neste mundo onde tudo é o mesmo, nós somos a diferença, pois temos o amor de Deus queimando em nossos corações e queremos que Ele inunde a terra com sua luz para que todos vejam que só Ele é o Senhor. A música começa bem lenta e aos poucos vai progredindo, ficando rápida e alcançando seu ponto mais alto no refrão final.

Logo em seguida, inicia-se “Break free”. Sua introdução é um arranjo bem bolado de guitarra e a canção já é um dos hits do álbum. Também solada por Joel, a letra de “Break Free” é uma pergunta feita a quem ouve: “Você não vai se libertar? Levante-se e dance no amor de Deus”. É uma música bem agitada e, além dos toques de guitarra, dá pra perceber, agora, a presença de sintetizadores que dão um toque especial na música.

Desperate people” é a terceira canção do álbum. É uma balada escrita pelo Michael Guy em parceria com o Joel, que também sola essa música e, ainda, aproveita pra fazer falsete em partes do início. Tem a letra muito forte: somos pessoas desesperadas pelo Senhor e que não estamos aqui apenas para entreter ou deixar que nossa adoração seja para outro, que não seja o Senhor.

Entrando na parte de adoração do álbum, a quarta canção, “Devotion”, começa com um toque de teclado e depois vai crescendo de acordo com sua progressão musical. Marty Sampson é o autor e é quem sola esta música, que fala sobre a soberania do Senhor e de que tomaremos a nossa cruz e seguiremos a Ele por onde for. Emendada a esta música, vem “Draw me closer (Selah) ”, a menor faixa do CD, em que a letra diz que encontramos um lugar onde queremos estar pra sempre: a presença do Senhor.

A sexta canção do CD é “Lead me to the Cross”, assinada e cantada pela Brooke Fraser, a mais nova integrante do United (que também participou do álbum anterior – United We Stand), que tem uma bela voz suave e tocante. Esta é uma de minhas canções favoritas do CD: é profunda; uma oração ao Senhor, para que nos guie ao Seu coração e que nos livre de nós mesmos.

Gravada anteriormente ao som de piano Rhodes, no álbum Mighty to Save, “Found” ganha uma nova roupagem neste álbum do United. Jad Gillies é quem sola esta canção, que nos fala que nos encontramos em Deus e que não precisamos de outra coisa a não ser o amor Dele. Então, a música de Dave George, agora, ganha mais vida e dois novos versos: “eu viverei todos os meus dias / para te adorar”.

Brooke Fraser agora sola a oitava canção, que também se tornou um dos hits do CD: “Hosanna”. O significado da palavra vem do hebraico e significa “salve” – é como uma aclamação a alguém. Esta canção conta com um backing vocal significativo e sua letra, assim como todas as outras do álbum, fala de amor, de pedir ao Senhor a amar assim como Ele ama. “For all who are to come (Selah) ” é um espontâneo da música anterior, com um belo solo de guitarra.

Como já é de costume do Hillsong, depois de algumas músicas de adoração, as músicas mais agitadas voltam. Em meio a ruídos começa a introdução de “Solution”, a décima canção, com uma introdução de guitarra. Joel, que canta a maioria das músicas, também sola esta. Somente Deus é a solução para este mundo e nós somos as mãos e os pés do Senhor e correremos com esta solução para as pessoas. Essa música também é um dos grandes hits do álbum e entrará na lista de favoritas de muita gente, tanto por sua letra, como por sua melodia.

Agora, o United explora uma introdução diferente: feita com sintetizador. “My Future Decided”, talvez soe estranha pra quem está acostumado a ouvir guitarra ou viradas de bateria no início da música. Mas isso não fez da décima primeira canção a mais fraca. Pelo contrário, esta pode ser considerada a música-tema, pois nela há a frase que dá título ao CD. Jonathon Douglass se encarrega de fazer o solo nesta música, que é uma declaração a Deus, de que Ele é tudo em nossa vida. Destaque para a ponte da música, onde o Jonathon canta uma frase e os rapazes respondem. Isso me lembrou algumas bandas de punk-rock.

Entrando mais uma vez numa atmosfera de adoração, Joel Houston canta “Never let me go”: uma canção suave, dizendo que o amor de Deus nos levantou das trevas e nos trouxe para Ele e ele nunca nos deixará. Em seguida, começa a décima terceira faixa do CD: “You”, escrita por Paul Andrew e Dylan Thomas e solada pela doce voz de Holly Watson. É uma música que transmite paz, tranqüilidade e segurança no Senhor e, assim, como todas as outras músicas tem uma letra espetacular: “Quando eu olho para Ti sou mudado / Embora eu falhe / Teu fiel amor permanece”. Por ser a música mais calma de todas, talvez haja rejeição de algumas pessoas, mas esta, para mim, é a música mais linda de todo o “All of the above”.

Jad Gillies com sua voz ímpar sola a última música do CD: “Saviour King”, escrita por Marty Sampson e Mia Fieldes. Com seus 12 minutos de duração é uma das músicas mais fortes e tocantes do CD. Possui uma letra de entrega total ao Senhor e foi a música certa para finalizar o CD da melhor maneira possível.

All of the Above é um álbum que fala de amor da primeira até a última música. Outro diferencial neste CD é que as músicas estão menos congregacionais, as letras estão maiores, mas ainda assim nós podemos sentir o mover do Espírito do Senhor neste álbum, gravado em estúdio. E, como o próprio Joel disse, todos deram o máximo de si a Deus para que pudessem escrever as melhores músicas. E conseguiram.

Quando ouvi este álbum pela primeira vez, não tinha me agradado. Então resolvi fazer a análise e enquanto analisava e traduzia cada uma das músicas, percebi o tanto que este álbum está bom e que, com certeza, vai alcançar outras vidas para o Reino do Senhor. Que os nossos olhos se fixem em tudo que vem do alto, em Cristo, nosso Salvador Rei.


Compre o CD All Of The Above na loja virtual Gospel Goods

Atenção: As análises são escritas por usuários colaboradores do Super Gospel, e descrevem suas opiniões pessoais. Os comentários e observações não necessariamente refletem as opiniões do site.

Seja social :)

 

Deixe o seu comentário


Siga-nos no twitter

Fique ligado em música gospel: @supergospel

Conheça os lançamentos e promoções: facebook.com/gospelgoods (Loja virtual Gospel Goods)



Conteúdo Top





Parceiro

O Super Gospel, o portal da música gospel, é patrocinado pela loja virtual Gospel Goods
Loja virtual Gospel Goods
Copyright - 2001 - 2018 Supergospel. Todos os direitos reservados.