Twitter do SuperGospel Facebook do SuperGospel

Matérias em destaque



Análise

CD Tudo Novo
(Regis Danese)

Jonatha Cardoso em 18/04/2012
Para o Super Gospel
Tudo Novo

Compre este CD agora

Faixas:
1. Tu podes
2. Betesda
3. Vou confiar
4. Deus da família
5. Eu sou mais que vencedor
6. Bendito serei
7. Jesus é o meu lar
8. Casa de Deus
9. Cura meu interior
10. Meu maior prazer
11. Tudo novo
12. Não vou desistir
Tudo novo é o sexto álbum inédito da carreira de Regis Danese, produzido por ele mesmo, lançado no ano de 2011.

Desde setembro, o cantor vinha fazendo as gravações nos estúdios da Cia. Dos Técnicos. Depois de cinco anos com uma parceria edificante com a Line Records, ele cogitou lançar seu CD de forma independente, mas em novembro ele anunciou oficialmente a assinatura de seu contrato com a gravadora MK Music, as quais realizaria o lançamento de seu CD.

No Twitter, ao anunciar isto, disse que estava fazendo a vontade de Deus, ao fazer parte do cast da MK. O disco é composto de doze maravilhosas canções, gravadas ao vivo, compostas por vários autores, destacando Ivan Barreto, que é autor de oito canções.

Regis, desde quando começou a planejar o novo trabalho, decidiu traduzir tudo o que Deus tinha para ele naquela época, ou seja, algo novo, diferente do comum. Como o próprio Regis fala, “Este álbum é o novo de Deus na minha vida. Neste ano muitas mudanças aconteceram comigo. Cidade nova, igreja nova, gravadora nova”.

Mais uma vez temos uma canção como destaque, que é a música de trabalho de Regis – dessa vez, Tu podes, novamente a primeira canção, é a mais tocada de várias rádios brasileiras, enquanto em muitas já figura nos topos. Cada uma das três canções, Faz um milagre em mim, Família e Tu podes traz uma temática especial – a da canção atual é uma mensagem que Deus é capaz de fazer tudo o que não podemos fazer.

Vamos começar?

Começamos o repertório com Tu podes, faixa de trabalho, encabeçada por Kelly Danese, Josué Godoy e Lucas. Como dito acima, temos aqui novamente a primeira canção trazendo o que é para ser o principal sucesso do álbum – aconteceu com Faz um milagre em mim e Família. O arranjo se assemelha também, com o piano fazendo o início da canção, firmado pelas vozes de todos. Particularmente, acho a melhor das três, por dois motivos: a voz de Regis está melhor ainda, e a letra é excepcional – nota-se pelo júbilo de todos ao cantarem a canção. Se o CD se chama Tudo novo, o que se percebe é que a voz e qualidade de Danese continuam as mesmas excelentes de sempre.

O tanque de Betesda é o tema da próxima canção, de Ivan Barreto, que versa sobre o nosso desejo de que alguém nos ajude a chegar ao milagre – como o que aconteceu com o paralítico que não desistiu. A canção é uma regravação do Ministério Casa Nova, de MG, que lançou a canção em 2010 no CD Tempo de Recomeçar. O arranjo é interessante, diferente do que é comum de Regis. Me lembra muito o estilo do Quatro por Um, não só quanto ao arranjo como a letra. Nesse caso, acho que o backing não era tão necessário – apenas a voz dele seria perfeito. Bela canção.

Com arranjos que lembram a primeira canção, Vou confiar, também de Ivan, tem uma das mais lindas letras do álbum. Fala sobre a importância de que possamos confiar sempre, mesmo que tudo ao redor esteja desmoronando, em tempestade. Não estamos sozinhos, e Deus se levantará em nosso favor. Bons toques na guitarra. Os acordes usados trazem um efeito muito interessante ao longo da canção, principalmente no coro. O backing é ótimo e o peso ganho no pós-coro fazem desta uma das melhores do set list.

Uma voz de uma criança antecede Deus da família, que segue a temática do trabalho anterior, falando sobre a família. A canção fala sobre um convite para que Deus possa a ser o abençoador e edificador do nosso lar. Gosto da percussão nessa canção, dando mais protagonismo ao teclado. Acho interessante a participação de Kelly, mas não gosto da mudança brusca de tom. No geral, a canção tem uma letra edificante e forte, mas não é das minhas preferidas.

Eu sou mais que vencedor, traz uma característica que desde o CD passado tem vingado: as músicas de júbilo, que é incomum para ele. Esse louvor traz uma boa parceria entre bateria e guitarra. A voz de Regis é, curiosamente, um pouco mais suave. É uma canção empolgante que dá uma quebrada no clima. Somos mais que vencedores e nada irá nos impedir, pois estamos firmados na promessa de Cristo.

A próxima, Bendito serei, também de Barreto, tem uma letra simples, mas das mais lindas que trazem o tema sobre ser bendito. O coro, que versa “Bendito serei seja onde eu for; bendito serei, quem garante é o Senhor; bendito serei, venha o que vier; bendito serei onde por os meus pés”, é excelente. Ótima canção para se ouvir o talento de Regis com sua voz.

Temos a canção Jesus é o meu lar, de autoria de Joselito e Kelly, que mostra a mesma temática sobre família. A canção começa com uma batida da percussão junto do teclado. É uma canção mais leve, mas com um coro mais forte, tanto na letra, como nas vozes. Uma pegada maior da guitarra vem na segunda vez. Destaco o solo no meio da canção, que me faz lembrar bastante Compromisso, incluindo uma subida de tom. A letra falando sobre os planos de Deus para a nossa casa.

A oitava faixa, Casa de Deus, é uma canção rápida, animada, que fala sobre a casa de Deus, que possui alegria, amor e comunhão. A letra do coro é bem simples, mas com a força dos arranjos, torna-se bem legal: “Eu vou cantar de alegria, eu vou gritar de alegria, eu vou pular de alegria, com meus irmãos vou celebrar”. Gosto bastante do dueto da bateria com a guitarra. É uma canção bem interessante – pra mim, não das melhores de júbilo dele, mas bem colocada no álbum.

Cura o meu interior, novamente de Kelly e Joselito, traz uma introdução muito legal, só no teclado. Sinto que, embora os arranjos sejam diferentes, são colocados alguns enfeites ao longo da canção, que trazem um tom diferenciado. Esse estilo de canção (letra) é interessante, diferente do acostumado com ele. A canção versa um desejo nosso de que possamos crescer espiritualmente, aprendendo mais de Deus e recebendo uma grande cura espiritual.

Continuando... Meu maior prazer, pra mim, tem a melhor letra do álbum. É uma junção de gratidão com adoração a Deus. Não muda muito das outras canções, quanto aos arranjos, já que a letra é diferente e mais linda do que as outras. Sinto uma percussão um pouco mais ativa nessa canção, dando bons pesos. Que, como diz a letra, nosso maior prazer seja louvar e exaltar ao Senhor.

De Ivan Barreto vem a canção título do CD, Tudo novo, que curiosamente do que eu esperava, não é uma canção lenta – pelo contrário, é uma canção de júbilo. É um estilo de júbilo que já nos acostumamos no disco anterior, com boa guitarra e bateria. O coro “Tudo novo se fez, tudo novo outra vez” é fácil de pegar, e empolga facilmente. Uma pena é que a canção tenha apenas três minutos – merecia ser maior, tranquilamente.

Pra encerrar o repertório, temos Não vou desistir, de Kelly e Barreto. A introdução traz algo não visto até então – o violão. Mais uma canção seguindo o estilo de Regis Danese, tanto na voz quanto nos arranjos. A letra, falando sobre a importância de que não desistamos do que Deus nos tem prometido, é profunda. Pra encerrar o CD, o Tudo novo de Danese não é visto em uma coisa: no poder e na unção de Deus sobre a vida dele.

Tudo novo, mas no ministério de Danese, cada vez mais vemos a bênção de Deus sobre ele e sua família – que reflete nesse maravilhoso projeto.

Que Deus te abençoe!

@jonathacardoso


Compre o CD Tudo Novo na loja virtual Gospel Goods

Atenção: As análises são escritas por usuários colaboradores do Super Gospel, e descrevem suas opiniões pessoais. Os comentários e observações não necessariamente refletem as opiniões do site.

Seja social :)

 

Deixe o seu comentário


Siga-nos no twitter

Fique ligado em música gospel: @supergospel

Conheça os lançamentos e promoções: facebook.com/gospelgoods (Loja virtual Gospel Goods)



Conteúdo Top





Parceiro

O Super Gospel, o portal da música gospel, é patrocinado pela loja virtual Gospel Goods
Loja virtual Gospel Goods
Copyright - 2001 - 2018 Supergospel. Todos os direitos reservados.