Twitter do SuperGospel Facebook do SuperGospel

Matérias em destaque



Análise

CD Tenho que estar preparado
(Ton Carfi)

Roberto Azevedo em 20/06/2007
Para o Super Gospel
Tenho que estar preparado

Compre este CD agora

Faixas:
1. Abertura/Eloi Lama Sabactani
2. Tenho que estar preparado
3. Nada abalará a minha fé
4. Aleluia
5. Não demores
6. Só Deus pode restaurar esse amor
7. Clame ao Pai
8. Separados para Deus
9. Poder de Deus
10. Vou louvar
11. Quero estar perto
12. O melhor lugar do mundo
13. Quero te conhecer
14. Vencer ou vencer
Ton Carfi nasceu e foi criado em São José dos Campos, Interior do Estado, até os cinco anos quando veio para São Paulo com os pais. A família, evangélica da Igreja Assembléia de Deus, plantou em seu coração o amor a Jesus, mas o sonho do pequeno Ton era ser um grande jogador de futebol. Aos 9 anos, tocando violão no templo, ele começou a percebeu que os planos de Deus eram bem diferentes dos seus. Cinco anos mais tarde, aos 14, já era o tecladista oficial de sua igreja (Comunidade Batista Hermon) na qual seu pai e sua mãe são pastores.

Mas o dom que Deus lhe concedeu começou a tomar forma aos 17 anos, quando influenciado por cantores como Robson Nascimento, Marquinhos Gomes, Mattos Nascimento, a galera do Raiz Coral, Templo Soul, Izabeh e Leonardo Gonçalves, entre outros, descobriu a arte do canto.

Foi no Raiz Coral que Ton Carfi iniciou sua carreira. Solos inesquecíveis como Tocou-me ganharam vida com seu timbre aveludado e único. Algum tempo depois, integrou o Lynk4, não só como cantor, mas também compondo suas primeiras canções tais como O Nome, Amor de Cristo e Alguém Que Eu Amo.

Atualmente, ele ainda integra o APC 16, mas desponta como um grande solista no álbum intitulado Tenho Que Estar Preparado, gravado por sua própria produtora, a “TC Produções”.

Ton Carfi tem participação em mais de 50 cds como solista e backing vocal, tais como: Comunhão & Adoração 4 e 5, APC 16, cd e dvd do grupo Toque no Altar, Marquinhos Gomes, Lito Atalaia, Danilo, Leonardo Gonçalves, Vocal e CIA, Robson Fonseca, Robson Nascimento, Templo Soul, Daniel Ribeiro, Luciano Claw, Kelly Lopes, PG, Família Soul...

Já dividiu palco com grandes nomes da música internacional como Kirk Franklin, Take 6 e Jaci Velásquez... e hoje tem como inspiração cantores como Tonéx, Donnie McClurkin e Brian Mcknight.

Líder de Célula em sua igreja, Ton Carfi tem como rotina a leitura bíblica diária, cursos teológicos e, é claro, a continuidade de seus estudos de canto. Apesar de ter feito curso de fonoaudiologia na FMU, ele mergulhou fundo na música: passa a maior parte de seu tempo lecionando aulas de canto e fazendo workshops de canto black.

Em 2006, atendendo o chamado de Deus para o ministério solo, lançou o seu primeiro cd, intitulado Tenho que estar preparado. O disco traz participações especiais de Simone Brow (Raiz Coral), Júlio de Castro, Pregador Luo, Leonardo Gonçalves, Lito Atalaia, Luciano Claw, Jessé, Danilo, e sua irmã, Karina Carfi, entre outros.

O encarte mantém o padrão de qualidade do designer gráfico Anderson Novais, mesclando closes do crooner com nuances tons escuros, intercalado pelas letras das canções.

Elói Lama Sabactani, é a faixa de abertura, que traz a participação de Davi Amâncio. Narra em forma de clipe-canção alguns momentos que antecederam a crucificação de Jesus. Ton acompanha o envolvente arranjo orquestrado com melismas com linha melódica oriental (meio judaico-árabe).

A abertura prepara o clima para a faixa título. Tenho que estar preparado mantém o clima judaico-árabe também na parte instrumental. O violão é muito gostoso de se ouvir. A canção que conta com a participação de Danilo versa sobre a volta de Cristo, nossa bendita esperança. O potente back composto por Simone, Karina e Bruno Menezes da uma “palhinha” do que teremos pela frente.

Nada abalará a minha fé já entra quebrando tudo. Ton e Luo versam sobre batalha espiritual com todo o swing da black music. O violão e o back que se destacaram na faixa anterior mantém a pegada nesta que é uma das melhores do disco.

Com uma pegada mais pop, sem perder os grooves, Aleluia traz a participação de Leonardo Gonçalves. O vocal reforçado por Júlio de Castro vai melhorando a cada canção. O hino versa sobre confiança e a base de Jessé traz no arranjo final uma mudança de levada nota 10.

Não demores é a que eu mais gostei. O arranjo tem muita intensidade. O acompanhamento instrumental é guiado pelo violão e temos um maravilhoso dueto vocal entre os irmãos Ton e Karina Carfi. Com um refrão cativante e envolvente a música versa sobre a volta de Cristo de uma forma mais íntima, diferente da faixa título que narra o mesmo tema, porém de uma forma mais “apocalíptica”.

Só Deus pode restaurar esse amor traz a participação de Daniel Shabaki com um virtuoso e melódico saxofone. A canção versa sobre restauração através da ação do Espírito Santo. “O amor que não existe mais, como foi há muito tempo atrás. A alegria que existia no lar, o filho que dos pais se esqueceu, a família que não se fala mais, a filha que perdida está, o casal que pensa em se separar,....” Só Deus pode restaurar e abençoar nosso lar.

Clame ao Pai também versa sobre restauração, sobre renovo. Assim como Não demores, desta vez o tema é tratado de forma mais pessoal, mais íntima. O hino é também evangelístico.

A seguir temos duas faixas com a participação do rapper Lito Atalaia. Separados para Deus é uma canção romântica diferente das que são gravadas normalmente pelos cantores evangélicos. Nadando contra a corrente de músicas lentas, próprias para serem usadas em casamentos, o hino traz toda a intensidade do hip-hop.

Poder de Deus traz uma inconfundível base de Luciano Claw. Nesta black music de primeira qualidade Ton e Lito versam sobre a onipotência de Deus. Outra que está entre as melhores. Excelente!

Silvera (líder do FLG) marca presença na programação dos loops de Vou louvar, onde mais uma vez Karina solta voz. (mais um aperitivo pro seu cd solo que será lançado em breve).

Quero estar perto é um hino mais contemplativo que versa sobre contrição, entrega e sobre os benefícios de se ter uma vida de comunhão com Deus. Ao lado de Marquinhos Gomes, Ton clama por mais intimidade com Deus. Realmente muito linda em todos os aspectos.

O melhor lugar do mundo é á única canção que não é de autoria de Carfi. Mantém a pegada contemplativa da canção anterior e narra de forma poética a segurança que temos ao lado de Cristo. É uma regravação do grupo vocal Novo Tom, banda que revelou o Leonardo Gonçalves, onde o mesmo fazia o barítono e era um dos principais solistas.

Quero te conhecer segue a estilo que a mídia evangélica chama de “adoração extravagante”. Rótulos a parte, temos mais um hino cativante e envolvente, com uma levada “meio” folk, conduzida pelo violão, e uma linha melódica bastante animada.

O violão “gostoso-de-se-ouvir” que se fez presente desde a primeira faixa, conduz a última do álbum. Acompanhados por um arranjo percussivo, Vencer ou vencer conta com a participação de Danilo.

Assim como o disco do Panthro (seu companheiro da época de Link4), Tenho que estar preparado não supre as expectativas de quem esperava um cd de black music, mas com certeza também deve estar incluído em algumas relações de melhores do ano de 2006.

“O garoto que sonhava ser jogador de futebol, agora quer casar, ter filhos e tornar-se, quem sabe, pastor. Porém o sonho mais acalentado é ir para o Céu e encontrar-se com o Deus que lhe deu o seu dom”. Wellington Carfi.


Compre o CD Tenho que estar preparado na loja virtual Gospel Goods

Atenção: As análises são escritas por usuários colaboradores do Super Gospel, e descrevem suas opiniões pessoais. Os comentários e observações não necessariamente refletem as opiniões do site.

Seja social :)

 

Deixe o seu comentário


Siga-nos no twitter

Fique ligado em música gospel: @supergospel

Conheça os lançamentos e promoções: facebook.com/gospelgoods (Loja virtual Gospel Goods)



Conteúdo Top





Parceiro

O Super Gospel, o portal da música gospel, é patrocinado pela loja virtual Gospel Goods
Loja virtual Gospel Goods
Copyright - 2001 - 2018 Supergospel. Todos os direitos reservados.