Análises

Now is the Time: Live at Willow Creek, o álbum ao vivo do Delirious

Roberto Azevedo em 10/10/08 6592 visualizações
Delirious? é uma banda de rock gospel do Reino Unido. A banda é formada por Martin Smith como vocalista e guitarrista, Stuart Garrard (ou Stu G) como guitarrista e vocal de apoio, Jon Thatcher como baixista, Tim Jupp como tecladista e Stew Smith como baterista.

Martin Smith e Stewart Smith se conheceram na igreja na qual o pai de Jonathan, o baixista, era o pastor. Martin e Stewart tocavam nessa igreja, logo, as músicas começaram a surgir e então eles pensaram em formar a banda. Foram atrás de um guitarrista e de um tecladista e formaram assim a banda com Stuart e Tim em 1992. Dois anos depois eles lançaram seu primeiro álbum, o The Cutting Edge 1, seguido dos outros de mesmo nome, “The Cutting Edge 2, 3 e 4”. Depois do lançamento de álbuns independentes de louvor, o grupo criou seu próprio rótulo chamado Furious?, e lançou um ep, um álbum ao vivo, o “Live & In The Can”, e em 1997 outro disco gravado em estúdio, o “King of Fool”s.

Em 1998, Delirious? recebeu uma agradável surpresa. Naquele ano a música "Deeper" ficou entre as 20 britânicas mais tocadas, algo completamente incomum para um grupo evangélico. Lançaram outros álbuns e seguiram fazendo sucesso. Suas músicas são bem conhecidas e cantadas por outras bandas e grupos de louvor, inclusive foram feitas versões de algumas de suas músicas em português, como "I Could Sing Of Your Love Forever" ("Cantarei Teu Amor para Sempre") por Aline Barros e por David Quinlan, "The Happy Song" ("A Canção da Alegria") por David Quinlan. Além de Ministérios como Lucas Souza e Juliano Son (Livres para adorar). Na conferência de Hillsong Church 2003 em Sydney, Austrália, a banda participou da gravação com o ministério Hillsong, como um só ministério.

Apesar do anúncio de previsão do término da banda para o final de 2009, ainda hoje eles continuam influenciando o louvor evangélico ao redor do mundo.

Now is the time foi gravado ao vivo na cidade de Willow Creek, em Chicago – USA. Foi lançado no Brasil em cd e dvd. Ambas as mídias possuem um set list de 15 hinos, a diferença esta no dvd que registra as canções History maker e Investigate, ausentes no cd que, por falta de espaço físico, traz duas vinhetas.

Os riffs de guitarra de Here I am send me dão início a essa grande noite de louvor e adoração. “Eis me aqui, envia-me” é alusiva as palavras do profeta Isaías encontras no capitulo seis do seu livro, e trata sobre compromisso e disponibilidade. “A vida é como uma mistura complicada de coisas: trabalho, família, diversão e obrigação, e, se jogarmos tudo isso no misturador de Deus, o que resulta é isso ai mesmo que temos! Não importa, portanto, o que aconteça na vida, devemos fazer o melhor que podemos - Stu G”.

A canção emenda com Rain Down. “Desce chuva” é uma oração cantada baseada no salmo 143:6 que diz: “Estendo as minhas mãos para Ti; como a terra árida, tenho sede de Ti”.

Solid rock possui estrofes cadenciadas contrastando com um refrão forte e marcante. O hino alterna nuances de dinâmica e conta ainda com uma levada cativante.

A faixa título, Now is the time, é fruto do disco “The Mission Bell”. Vem com um som um pouco mais pesado e uma batida mais elétrica. “Esse admirável evangelho que tanto amamos é da máxima importância ainda hoje e nossa única esperança de salvação. Todavia, para sermos realmente sinceros em nossa fé, precisamos ir além de nossa pregação. Na verdade, o que, de fato, significa seguir Deus em nossa cultura moderna? Um mundo mergulhado no materialismo e no consumismo, em falsa moral pós-cristã, destruição da família e egoísmo, e que leva a uma resposta bem morna de nossa parte ao chamado de Deus para nossa vida. É tempo de ressurgirmos, de nos levantarmos e aparecermos nos bairros e cidades onde moramos, de nos integramos a um corpo local de crentes, no qual, juntos possamos fazer a diferença.”. Precisa dizer mais alguma coisa? Agora é o Tempo!

Our God Reigns é tensa e introspectiva no início. A primeira estrofe apresenta a idéia de consideramos nosso “direito”, como raça humana, decidir o futuro de uma criança ainda não nascida. Na segunda estrofe é pintada uma imagem do homem do século 21 olhando pro céu querendo saber quando as epidemias irão acabar. A terceira fala de algo menos evidente de se perceber, mas de alguma forma mais terrível – nossa obsessão com nossa própria imagem. Apesar de toda essa expressão repleta de dor em relação a desorganização social, quando chega o refrão, a música “Nossa Deus reina” se torna linda oração de contrição e entrega.

Após uma rápida ministração intitulada What a friend, entoamos Miracle Maker que faz alusão à João 5:1-15, onde lemos sobre o milagre feito por Jesus no tanque de Betesda, em Jerusalém. “Mal sabia o pobre homem, no entanto, que naquele mesmo dia estaria face a face com o próprio Fazedor de milagres.

Todos nós precisamos de milagres e o Senhor Se deleita em ajudar os desamparados! “Apenas um toque é tudo o que precisamos (Just one touch is all I need – Marcos 5:25-34).

Pain the town red é um rock prodigioso, com bastante guitarras e um peso irresistível. Conduzida por power chords consonantes, “Pinte a cidade de vermelho com o sangue de Jesus” traz uma letra de conteúdo agressivo abordando o tema missões e evangelismo seja nas ruas de nossa própria cidade, seja nos recantos menos alcançáveis de nosso planeta. “Oh here we come (Ei, aqui estamos nós) é bastante enfática em sua mensagem”.

Na faixa oito temos Every little thing que possui uma melodia bonita, um refrão “pegajoso” e um interessante e discreto arranjo de cordas. “Todas as pequenas coisas” é simples, porém cativante e envolvente.

I could sing of your love forever marcou uma geração. Já gravada por David Quinlan e Aline Barros (entre outros) entra aqui no repertório como uma vinheta e serve de introdução para Take off my shoes que é a mais introspectiva do repertório.

Majesty é um belíssimo louvor de reconhecimento da grandeza de Deus e de reconhecimento da obra de amor de Cristo por nós. Gravada originalmente no álbum “Word Service”, chegou ao primeiro lugar entre as músicas de rock de guitarra baixadas em mp3, na internet. É uma das que mais gosto.

Fechando a noite temos um bis de Our God Reigns e o pop-rock All this time que lembra bastante os irlandeses do U2. Destaque para a interatividade da galera com a banda em ambos os louvores.

O dvd termina com “Investigate”, mas no cd temos uma versão para as rádios de Our God Reigns, que é um dos clássicos da banda, depois de “Deeper”, “History Maker” e “Majesty”.

Em 2008 a Editora Luz para as nações lançou o livro Cantarei Teu amor para sempre – Histórias, reflexões e devocionais que narra curiosidades sobre as canções e sobre os integrantes da banda, contadas por eles mesmos. O livro é prefaciado por Darlene Zcheck, líder de louvor do Hillsong, que fala sobre a influência que os músicos tiveram na sua vida. O livro é 100% colorido e uma verdadeira obra de arte.
Now is the Time: Live at Willow Creek

(CD) 01/06


Seja o primeiro a avaliar

Ouça e dê sua nota

Ouças as músicas e saiba mais sobre: Delirious?

Veja também no Super Gospel:

Roberto Azevedo

Roberto Azevedo é cristão e membro da Comunidade Evangélica Betel (RJ). É militar e curte música, filmes e games (não necessariamente nesta ordem). É o principal colaborador do SuperGospel desde 2005.


Comentários

Para comentar, é preciso estar logado.

Faça seu Login ou Cadastre-se

Se preferir você pode Entrar com Facebook

Receba as novidades de música gospel diretamente no seu WhatsApp. Seja avisado sobre novos vídeos ou músicas.

Entrar no grupo

Este é um serviço totalmente gratuito e você pode sair quando desejar.