Análises

Ouvimos o trabalho mais recente da banda Purples - nada além de um instrumento. Confira nossa crítica

Tiago Abreu em 27/05/19 1254 visualizações

nada além de um instrumento é apenas o segundo álbum de inéditas da banda Purples, mas indica um largo amadurecimento em comparação a Puro e Simples, lançado em 2016. O primeiro trabalho esteve alinhado com o pop rock do Casting Crowns, sem um impacto total de um grupo pop à moda evangélica, mas suficientemente interessante para esperar algo melhor. O novo trabalho vai além: Mantém a sonoridade familiar do grupo, mas é mais experimental, quente e maduro.

A participação de Paulo César Baruk como produtor musical é bem-vinda, porque sua colaboração adiciona camadas de ambição no som da banda, mesmo em estruturas simples ou preenchidas. E o novo trabalho da Purples se desenvolve com maestria nos dois extremos. firmado, por exemplo, que conta com vocais de Baruk, é envolvida por frases de guitarra aparentemente básicas, mas que bastam, enquanto romanos 5, sob outra ótica, se apóia nos synths e loops com influência EDM.

Apesar dos méritos de produção, a química entre os vocalistas Júlio Cesar Filho e Greyce Conti é o que sustenta a obra. Júlio é uma espécie de artesão na construção de composições, enquanto Greyce distribui a mesma vivacidade em sua voz, que varia em enquanto eu respirar de um canto leve ao rouco. O ápice nesta relação é o single Teu melhor, canção de maior equilíbrio na participação dos dois músicos.

A tradição presbiteriana é uma marca forte da Purples. As canções podem até partir de uma experiência pessoal, mas a trajetória é substancialmente dirigida nos textos bíblicos. É uma decisão que torna o grupo definitivamente interessante numa perspectiva congregacional, embora sua musicalidade extrapole as fronteiras do gênero. Versos de entrega como os de me podes ver e reluz são universais dentro da lógica cristã e, juntamente com a sonoridade bem resolvida de nada além de um instrumento, são contextualizadas do ponto de vista individual e também coletivo.

Avaliação: 4/5

nada além de um instrumento

(CD) 01/19


Seja o primeiro a avaliar

Ouça e dê sua nota

Ouças as músicas e saiba mais sobre: Purples

Veja também no Super Gospel:

Tiago Abreu

Jornalista formado pela Universidade Federal de Goiás (UFG), escreveu para o Super Gospel entre 2011 a 2019. É autor de várias resenhas críticas, artigos, notícias e entrevistas publicadas no portal, incluindo temas de atualidade e historiografia musical.


Comentários

Para comentar, é preciso estar logado.

Faça seu Login ou Cadastre-se

Se preferir você pode Entrar com Facebook

Receba as novidades de música gospel diretamente no seu WhatsApp. Seja avisado sobre novos vídeos ou músicas.

Entrar no grupo

Este é um serviço totalmente gratuito e você pode sair quando desejar.