Notícias

Como saber se sua música pode concorrer ao Grammy Latino?

Roberto Azevedo em 22/09/23 334 visualizações
Como saber se sua música pode concorrer ao Grammy Latino?

Esta semana foi divulgada a lista dos finalistas do Grammy Latino 2023, com a data da cerimônia já marcada para o dia 16 de novembro no Centro de Conferências e Exposições (FIBES), em Sevilha, Andaluzia, na Espanha, marcando a primeira vez que a premiação será realizada fora dos Estados Unidos,  homenageando os melhores trabalhos da música latina lançados de 1 de junho de 2022 a 31 de maio de 2023.

Meu nome é Roberto Azevedo e, além de autor do livro "Por Dentro do Streaming", tenho sido responsável por fazer a inscrição de produtos no sistema do Grammy Latino, desde 2019, após uma indicação do big boss Maurício Soares, quando o mesmo era A&R da Sony Music.

Neste artigo pretendo explicar quais são os requisitos e como funcionam as etapas da premiação, baseado no faq do próprio site do evento, aliado a minha experiência participando do processo.

Mas o que é o Grammy Latino?

O Latin Grammy Awards é uma premiação que homenageia trabalhos gravados em espanhol ou português de qualquer parte do mundo, desde que tenham sido lançados na Ibero-América e a sua primeira cerimônia anual foi realizada em Los Angeles, em 13 de setembro de 2000.

Partindo desse princípio, se a sua música foi gravada em espanhol ou português, de qualquer parte do mundo, e foi lançada na Ibero-América, você só precisa atender a três pré-requisitos.

Os pré-requisitos para se inscrever no Grammy são:

  1. Data de Lançamento: Para ser inscrita, a música precisa ter sido distribuída entre 1º de junho do ano anterior ao da premiação e 31 de maio do ano corrente.
  2. Duração: Para concorrer nas categorias de álbum, é preciso que o compilado tenha mais de cinco faixas que somem, no mínimo, 15 minutos, ou que tenha um total de mais de 30 minutos de música, sem uma quantidade mínima de faixas. Singles não possuem exigências desse tipo.
  3. Formato: Uma gravação precisa estar disponível nas plataformas de streaming. Cada canção enviada para a competição deve estar acompanhada de seus créditos (compositores, produtores, etc.) e do seu ISRC.

É nessa parte do texto que, o artista que está lendo esse artigo para tudo o que esta fazendo e se pergunta: "Opa!!! Atendo aos três pré-requisitos, então como faço para inscrever o meu projeto?"

Para responder a essa pergunta, eu vou explicar como funcionam as 3 fases da premiação.

A primeira fase é a "Inscrição". Nessa etapa, que ocorre entre março e maio, o "Membro Associado" pode inscrever produtos, sejam singles, álbuns, EPs e clipes, atendendo aos critérios de elegibilidade citados no artigo anterior, tais como "data", "duração" e "formato".

A segunda fase é a "Indicação", que ocorre entre junho e agosto, na qual um comitê avalia as inscrições enviadas e seleciona os indicados em setembro. Atualmente, estamos nesta fase, na qual foram divulgados os finalistas em cada uma das 53 categorias.

E, finalmente, temos a terceira fase, que é a de "Votação", ocorrendo aproximadamente em outubro, para a apresentação final dos vencedores em novembro.

Para inscrever o seu próprio projeto ou o projeto de terceiros, o artista precisa se filiar através do site https://www.latingrammy.com/pt, acessar o menu "FILIAÇÃO", responder ao questionário e aguardar o email confirmando a inscrição. Após a confirmação e o pagamento da taxa de 50 dólares anuais, ele se tornará um "Membro Associado" e estará habilitado a fazer as inscrições.

E atenção. Os "Membros Associados" só podem indicar, não podem votar.

Para se tornar um "Membro Votante" é um pouco mais complicado, porque é necessário estar ativamente envolvido na gravação de músicas, como produtor, engenheiro de som ou masterização, vocalista, artista, compositor ou instrumentista, mas também é necessário obter uma recomendação de dois profissionais do setor e ter pelo menos 12 singles distribuídos comercialmente com créditos verificáveis.

Por essa razão, fica mais difícil o artista se tornar "Membro Votante" e a maioria consegue, apenas, se cadastrar como "Membro Associado".

Mas então, baseado nessas informações, você, artista, acha válido se tornar um Membro Associado, a um custo de 50 dólares anuais, para estar qualificado para fazer as "Inscrições" dos possíveis "Indicados"?

Deixe sua opinião aqui nos comentários.

Esperamos ter ajudado com essas informações. Para mais informações sobre esse e outros assuntos sobre o mercado digital de música, confira em nosso blog: https://pordentrodostreaming.com/blog/

Confira também nossos canais recém criados no Youtube e no TikTok:

Youtube - https://www.youtube.com/@pordentrodostreaming

TikTok - https://www.tiktok.com/@pordentrodostreaming

Instagram: https://www.instagram.com/pordentrodostreaming/

______________________________________________________

Roberto Azevedo 

Editor-chefe do portal SuperGospel desde 2005, assessor de imprensa da cantora Marcela Taís desde 2012 e sócio da agência 2RA que hoje já conta com mais de 100 lançamentos nas plataformas digitais.

Ainda exerce a função de Logística na MM7 Comunica, na AS Records, na Labidad Produções e na gravadora Futura Music (sediada na Bélgica) representando a empresa no Brasil.

Ouças as músicas e saiba mais sobre:

Veja também no Super Gospel:

Roberto Azevedo

Editor-chefe do portal SuperGospel desde 2005, assessor de imprensa da cantora Marcela Taís desde 2012 e sócio da agência 2RA que hoje já conta com mais de 100 lançamentos nas plataformas digitais. Ainda exerce a função de Logística na MM7 Comunica, na AS Records, na Labidad Produções e na gravadora Futura Music (sediada na Bélgica) representando a empresa no Brasil.


Comentários

Para comentar, é preciso estar logado.

Faça seu Login ou Cadastre-se

Se preferir você pode Entrar com Facebook