Análises

Comunhão - Para aqueles que te amam, o novo CD do Kleber Lucas

Roberto Azevedo em 18/02/08 17960 visualizações
Comunhão - Para aqueles que te amam

(CD) 01/07


Seja o primeiro a avaliar

Ouça e dê sua nota

Comunhão para aqueles que te amam é o sétimo trabalho do cantor e compositor Kleber Lucas pela MK Music, sendo seis discos de carreira e um projeto especial com regravações.

O repertório, calmamente selecionado e composto num período de dois anos, foi produzido em estúdio num período de três meses.

Neste intervalo de tempo, a cantor se dedicou às aulas de canto com a professora Paula Santoro (que o acompanhou durante todo o período de colocação de voz) e às aulas de piano lecionadas pelo renomado músico Rafael Vernet (que, entre outras atividades, fez parte do gig do Ed Mota durante a turnê Poptical).

O cantor é membro e pastor da Igreja Sara Nossa Terra da Barra da Tijuca – RJ, é um dos pastores auxiliares dos bispos Francisco e Ana Almeida e também integra o ministério de louvor local.

Comunhão marca um novo ciclo na vida do cantor. Responsável por hits como “Eu vou seguir com fé”, “Pra valer a pena”, “Muito mais de Deus”, “Purifica-me”, “Deus cuida de mim” e “Aos pés da cruz”, Kleber, auxiliado por Vernet, traz letras interessantes com arranjos que flertam com a mpb.

O repertório tem início com um solo a capela. Proclamação é um hino de exaltação a Deus que faz alusão ao fim dos tempos de forma poética e melódica.

A seguir chegamos na faixa que vem sendo executada nas rádios. Quatro estações traz uma sonoridade diferente dos trabalhos anteriores de Kleber, tanto na parte tocada, quanto na parte cantada. Esta é realmente muito boa de se ouvir.

Fome e sede é cadenciado por um violão e uma “cozinha” com efeitos percussivos. A letra, que faz alusão ao discípulo Pedro e ao patriarca Moisés, traz momentos interessantes e reflexivos. “Há tanta gente me esperando que estão carentes do amor, mas eu não vou sair daqui se Você não for comigo. Não adianta prosseguir se Você não for comigo”.

Uma oração de contrição e entrega é entoada em Nova unção. “Eu quero me esvaziar de mim, de toda vaidade e orgulho. Eu quero quebrantar meu coração e reconhecer que só Tu és Senhor”. Destaque para os licks do guitarrista Hélio Delmiro.

Banquete da salvação é uma das melhores. Liricamente versa sobre a volta de Cristo de forma poética e suave. Musicalmente traz Paulinho Guitarra com uma pegada bem jazzística que dá um clima legal no hino. Destaque para a base de rhodes interpretada por Vernet. Impecável.

Em um disco com uma pegada MPB não poderia faltar o momento da banda “djavaniar”. Mulher de Ló é uma das faixas mais swingadas do álbum e traz uma levada bem dançante. Mais uma vez destaque para os riffs da guitarra e para o groove do teclado.

Em Alvorada do amor temos um momento contemplativo com uma melodia cativante e envolvente, principalmente no momento do refrão.

A faixa título versa sobre unidade. Comunhão traz uma pegada “bluesística” que não da pra ficar indiferente. Falar da guitarra e do teclado, que já vem fazendo diferença deste a segunda faixa, em uma canção que explora o blues seria “chover no molhado”. Destaque para o back vocal interpretado por Marlon Saint, Jussy Oliveira e Denis Goursan.

Deus Pai trata sobre o amor de Deus, alternando versos de confiança na Sua proteção com versos sobre a obra redentora do Senhor Jesus. “Oh meu Deus, meu Pai, abra as asas sobre mim”; “Como entender a força deste amor”?

Em um disco com uma pegada MPB não poderia faltar o momento da banda “miltonnascimentiar”. Frutificar traz de volta o guitarrista Hélio Delmiro acrescido da pegada marcante de Rogério dy Castro (Rogerão) com um contrabaixo fretless (sem traste). Mais uma que está impecável.

Por falar em Hélio Delmiro, alguém ai já ouviu o disco “Samambaia” gravado em parceria com o pianista César Camargo Mariano? Este álbum, lançado em 1981, é um marca na música instrumental brasileira.

Deixa a luz brilhar é a segunda faixa dançante do cd. Traz uma sonoridade mpb mais moderna, muito explorada por Ed Mota e Jorge Vercilo.

Tua presença traz uma levada contemplativa, explorando um momento mais congregacional. É interpretada piano e voz. O piano é um caso a parte e Kleber, apesar de suas limitações vocais (que não ficam tão aparentes num registro em estúdio) manda muito bem.

O repertório chega ao fim com Abençoada que versa sobre restauração com uma levada festiva e dançante.

Os lançamentos de Kleber Lucas são sempre muito esperados e, mais uma vez, ele atende às expectativas do público, pois o álbum está repleto de inovações sonoras, ancoradas por letras poéticas e consistentes desse cantor e compositor, que comemora dez anos de ministério solo em 2008.

Maiores informações podem ser obtidas em: www.kleberlucas.com.br
Comunhão - Para aqueles que te amam

(CD) 01/07


Seja o primeiro a avaliar

Ouça e dê sua nota

Roberto Azevedo

Roberto Azevedo é cristão e membro da Comunidade Evangélica Betel (RJ). É militar e curte música, filmes e games (não necessariamente nesta ordem). É o principal colaborador do SuperGospel desde 2005.


Comentários

Para comentar, é preciso estar logado.

Faça seu Login ou Cadastre-se

Se preferir você pode Entrar com Facebook

Receba as novidades de música gospel diretamente no seu WhatsApp. Seja avisado sobre novos vídeos ou músicas.

Entrar no grupo

Este é um serviço totalmente gratuito e você pode sair quando desejar.