Análises

Relembramos um dos DVDs do Diante do Trono - Ainda Existe uma Cruz. Confira nosso review

Tiago Abreu em 24/03/16 2357 visualizações
A quantidade de produções audiovisuais no meio musical evangélico, na última década, foi enorme em comparação aos anos 1990. E o Diante do Trono, sem a menor dúvida, foi determinante neste processo. Seus registros, em maior parte muito corretos, influenciaram os discos do gênero. Com Ainda Existe uma Cruz, lançado em 2005, não é diferente.

Mas o que torna o oitavo registro de inéditas da banda atípico é o tom de vanguarda e intimismo que propõe. Mesmo num show ao vivo de público capaz de lotar arenas, o álbum passa uma leveza e serenidade digno de pequenas gravações. Tudo isso é sustentado por uma direção e edição de vídeo que acompanha o caráter do repertório e filmagens sem sobrepor nenhum plano.

É claro que, em termos de conceito, Ainda Existe uma Cruz também é o trabalho mais inteligente da carreira do Diante do Trono. Ana Paula Valadão, como letrista, soube absorver a crise de identidade que permeava o movimento de música congregacional, aquela altura, totalmente sem freios. Ela desafia e põe-se abertamente contra a Teologia da Prosperidade e o chamado "oba oba do Evangelho" que, infelizmente, persiste e continuará por um bom tempo. O repertório oferece canções de discurso mais questionador e que, ao contrário do que foi considerado por muitos, não é nem um pouco insípido. Na verdade é, de longe, o álbum mais subestimado na carreira da banda mineira.

Como registro de vídeo, é certamente um dos três melhores do grupo. A fotografia é muito bonita e captura o timing da gravação. É aqui que iniciar o show exatamente ao por do sol foi uma das ideias mais simples e ao mesmo tempo criativas que a banda já teve. Há uma perceptível leveza na transição entre as imagens. A edição, assim como nos discos anteriores, passa entre planos abertos e fechados e dá ênfase em cortes menos abruptos e mais sutis quando necessário. O contrário ocorre durante trechos instrumentais ou espontâneos. As imagens são mais rápidas, na intenção de acompanhar o clímax e a dinâmica da gravação ao vivo. Detalhes que se tornaram mais cansativos nos discos posteriores, mas que aqui são totalmente eficazes.

Vale salientar que a banda e o público estão em sincronia. As coreografias foram bem ensaiadas e envolve até mesmo os responsáveis pelo naipe de metais. Aspectos secundários, como a própria equipe de dança, não soam deslocados na obra. E é exatamente nisso que os DVDs do Diante do Trono foram tão importantes nos anos 2000. Eles mostraram, por várias vezes, que não basta ter um repertório notável, uma grande estrutura de gravação ou um diretor que consiga fazer milagres na edição. Você tem que levar e conduzir o público exatamente para o que pretende fazer, até as últimas consequências. E não é gratuito dizer que, mesmo em álbuns pouco inspirados, como o sucessor Por Amor de Ti, Oh Brasil!, a banda consegue fazer entretenimento nos registros audiovisuais de forma que quase ninguém, durante em seu tempo, fez.

Nota: ★★★★★

Análise do CD: Leia aqui
Ainda Existe uma Cruz

(DVD) 01/05


Seja o primeiro a avaliar

Ouça e dê sua nota

Ouças as músicas e saiba mais sobre: Diante do Trono

Veja também no Super Gospel:

Tiago Abreu

Jornalista formado pela Universidade Federal de Goiás (UFG), escreveu para o Super Gospel entre 2011 a 2019. É autor de várias resenhas críticas, artigos, notícias e entrevistas publicadas no portal, incluindo temas de atualidade e historiografia musical.


Comentários

Para comentar, é preciso estar logado.

Faça seu Login ou Cadastre-se

Se preferir você pode Entrar com Facebook

Receba as novidades de música gospel diretamente no seu WhatsApp. Seja avisado sobre novos vídeos ou músicas.

Entrar no grupo

Este é um serviço totalmente gratuito e você pode sair quando desejar.