Twitter do SuperGospel Facebook do SuperGospel

Matérias em destaque



Análise

CD Nos braços do Pai
(Diante do Trono)

Jonatha Cardoso em 17/11/2010
Para o Super Gospel
Nos braços do Pai

Compre este CD agora

Faixas:
1. Abertura
2. Tua chuva
3. De todo coração
4. Invoca-me
5. Nos braços do Pai
6. Cântico espontâneo
7. Vem de Ti
8. No Teu altar
9. Amigo
9. Brasil
11. Eu sou do meu amado
Nos braços do Pai é o quinto álbum do Ministério de Louvor Diante do Trono, gravado em 13 de julho de 2002, na explanada dos ministérios, em Brasília. Esse disco nos convida a experimentar, através de Cristo, quão maravilhoso é vivermos como filhos de Deus, encontrando a expressão maior de amor, aceitação, carinho, provisão e valor, deixando de lado a fé doutrinária e passando a um relacionamento íntimo com Deus.

Acho que tenho que salientar que o momento desse cd é de grandiosa positividade pró-DT. Senão vejamos: O Diante do Trono chegara ao auge do reconhecimento dentro do jovem louvor brasileiro. No ano anterior gravou simplesmente o melhor trabalho da carreira (Preciso de ti). Tamanho foi o sucesso, aliado ao cd Brasil Diante do Trono, levou ao DT5 nada menos que 1.200.000 (um milhão e duzentas mil) pessoas – público este só inferior ao do disco do ano seguinte (Quero me apaixonar).

O álbum também marcou o início da carreira internacional do ministério, fazendo shows em dezenas de países, culminando, em 2006, com o lançamento das versões em inglês (In the Father’s arms) e espanhol (En los brazos del Padre) deste cd. Além disso, Nos braços do Pai levou simplesmente os troféus de “Melhor álbum de louvor e adoração” e “Melhor grupo do ano” no Troféu Talento 2003.

Bom, vamos começar a análise.

Com um lindo instrumental, temos uma faixa de abertura do repertório. Durante a mesma, Ana Paula Valadão versa o Salmo 84:5-6: “Bem-aventurado o homem cuja força está em ti, em cujo coração se encontram os caminhos aplanados, o qual, passando pelo vale árido, faz dele um manancial; de bens o cobrirá a primeira chuva”.

A abertura antecede Tua chuva, que versa sobre o nosso desejo ardente pelo derramar da chuva de Deus. Sabemos que ela está perto. Deus mandará águas vivas, águas de restauração e refrigério para regar as nossas vidas. Belíssima participação dos metais durante a música. Creio que foi uma das primeiras vezes em que se ouve tão fortemente em uma canção o desejo ardente pela chuva de Deus.

Pra mim, um dos melhores arranjos do Diante do Trono, em todos os aspectos, está em De todo o coração, conduzida brilhantemente por Nívea Soares. Quando nós passamos a procurar o Senhor, desejar conhecer ao Senhor de todo o coração, podemos ter a certeza de que o encontraremos. E esse nosso encontro nos faz desejar por mais de Deus, mais do amor e da vida dele. Peça a Deus, que ele lhe ensinará e mostrará o caminho para encontrá-lo.

Neste momento, o álbum começa o tema “Paternidade”, com Invoca-me, solada por André Valadão. A letra, maravilhosamente escrita por Ana Paula, é uma conversa de Deus para com seu filho: “Filho meu, estou aqui, esperando o momento de te encontrar; quero te abraçar! Filho, meu, não desisti; os meus braços estão estendidos para ti, vem correndo, vem pra mim!”. Quando invocamos a ele, ele nos ouvirá e mudará nossa sorte. Ele nos tomará no colo e nos dará novas vestes.

O piano conduz uma das cinco melhores canções do Diante do Trono. Entra naquele nível das canções que podem nos fazer chorar, se emocionar, se derramar diante de Deus. Nos braços do Pai divide-se em duas partes: A primeira que é um diálogo do filho para com seu pai: “Pai, estou aqui, olha para mim: desesperado por mais de ti. A tua presença é o meu sustento, a tua palavra, meu alimento.” Após, André Valadão, Maximiliano Moraes e Clay Peterson conduzem a segunda parte, que passa a ser a resposta de Deus: “Vem, filho amado, vem em meus braços descansar, e, bem seguro, te conduzirei ao meu altar. Ali falarei contigo, com meu amor te envolverei, quero olhar em teus olhos, tuas feridas sararei”. Não importa como você esteja, vá aos braços do Pai, assim como estás. No final, Juliana Nunes canta “Pai, meu Pai, meu Papai, aba, Pai”.

E pra completar, com chave de ouro, temos o cântico espontâneo. Um momento lindo, onde todos reconhecem que o nosso vazio interior só pode ser completo com a presença do nosso Pai. Não consigo ouvir sem sentir no coração aquela alegria de saber que o nosso Pai celestial é bom, é alegre, é fiel.

Seguimos com um belo dueto de Ana Paula com Mariana Valadão (primeira participação dela solando). Vem de ti, Senhor versa sobre a importância de não esquecer que tudo o que temos, tudo o que somos e tudo o que seremos vem de Deus. Não temos palavras pra agradecer a bondade e a fidelidade de Deus, que nos cerca diariamente. Dependemos, precisamos dele. Sozinhos nada podemos fazer.

Um dueto de Ana Paula com Max conduz No teu altar, que fala do altar de Deus, que é lugar onde nos entregamos como sacrifícios vivos, um lugar de renúncia e de confiar que a graça de Deus é melhor que a vida. Nosso desejo é de deixar no altar de Deus nossos sonhos, nossos planos e nosso querer. Não há como viver para nós mesmos, pois os pensamentos de Deus são maiores.

Amigo é conduzida por Graziela Santos. Fala de Deus, não só como Pai, mas também como amigo. Amigo do oprimido, perdoador do arrependido, consololador e pacificador daquele que está sozinho e restaurador do coração ferido. Ele salva aquele que está de espírito abatido, mas ele não despreza nunca o homem de coração quebrantado.

Um arranjo forte conduz Brasil, que versa um coro de profecias para nosso amado país. Em nosso país pessoas choram, não de tristeza, mas de esperança de um futuro de avivamento que, não só o Brasil, mas todo o mundo vai ver e sentir. Aqui existe um povo que clama a Deus e acredita na promessa de que ele virá restaurar nossa terra. O coro segue com II Crônicas 7:14: “Se o meu povo que se chama pelo meu nome se humilhar, e orar, se a minha face buscar, dos seus caminhos maus se desviar, eu ouvirei, perdoarei, sua terra sararei”.

Pra encerrar, a canção Eu sou do meu amado. Nós somos do nosso amado e ele é nosso. Nossos corações esperam por ele e o nosso desejo é de sentir o perfume dele novamente. O amor dele é melhor que o vinho; por isso chamamos o nome de Jesus. Sem reservas, nos entregar ao Senhor, e estar com ele eternamente.

Bom, mais um ótimo cd desse ministério que Deus usou muito em nossa nação!

Abraços


Compre o CD Nos braços do Pai na loja virtual Gospel Goods

Atenção: As análises são escritas por usuários colaboradores do Super Gospel, e descrevem suas opiniões pessoais. Os comentários e observações não necessariamente refletem as opiniões do site.

Seja social :)

 

Deixe o seu comentário


Siga-nos no twitter

Fique ligado em música gospel: @supergospel

Conheça os lançamentos e promoções: facebook.com/gospelgoods (Loja virtual Gospel Goods)



Conteúdo Top





Parceiro

O Super Gospel, o portal da música gospel, é patrocinado pela loja virtual Gospel Goods
Loja virtual Gospel Goods
Copyright - 2001 - 2018 Supergospel. Todos os direitos reservados.