Análises

Ouvimos o novo álbum de Aline Barros - Viva. Confira nossa análise

Tiago Abreu em 07/12/18 2430 visualizações
Viva

(CD) 01/18


Seja o primeiro a avaliar

Ouça e dê sua nota

Conhecida por modificar seu som conforme as parcerias estabelecidas, Aline Barros reconhece o protagonismo do produtor musical Johnny Essi em Viva após passado com Ruben di Souza que gerou Graça (2013) e o confuso Acenda a Sua Luz (2017). O resultado é o seu registro mais pop desde 2001 e o lançamento com menor intervalo de tempo em anos. Depois do desgaste de sua música demonstrado no projeto antecessor, Aline correu pelo rejuvenescimento por meio dos singles Eternidade e Amém, assinados em colaboração com o cantor Pr. Lucas. As duas canções, liricamente, não se distanciam do repertório worship pós-2004 da cantora. Mas, musicalmente, são repletas de programações e efeitos, território comum do produtor, conhecido por ter trabalhado com nomes como L-Ton, Priscilla Alcantara e Mariah Gomes. Ou seja, por mais que algumas canções possam não alcançar o mesmo ponto de vigor e criatividade dos pontos mais altos da carreira da intérprete, a sonoridade é mais fundamentada. O tempo é o tema crescente no repertório. Infinito traz a ressurreição para dizer "para sempre Ele reinará", enquanto Redenção puxa pontos parecidos com frases de guitarra. Em outra direção, Acredito Sim mantém a reminiscência aos versos intensos e carregados de certeza dos anos 90. A obra não indica somente força, mas também um sinal de que é um álbum mais descontraído. Em canções como Viva Esperança e a eletropop sintética Maravilhosa Graça, a cantora demonstra estar realmente satisfeita e comprometida com as músicas gravadas. Mais centrada e contextualizada ao seu tempo, Aline Barros exala pulsação em Viva.

Avaliação: 3/5
Viva

(CD) 01/18


Seja o primeiro a avaliar

Ouça e dê sua nota

Tiago Abreu

Jornalista formado pela Universidade Federal de Goiás (UFG), escreveu para o Super Gospel entre 2011 a 2019. É autor de várias resenhas críticas, artigos, notícias e entrevistas publicadas no portal, incluindo temas de atualidade e historiografia musical.


Comentários

Para comentar, é preciso estar logado.

Faça seu Login ou Cadastre-se

Se preferir você pode Entrar com Facebook

Receba as novidades de música gospel diretamente no seu WhatsApp. Seja avisado sobre novos vídeos ou músicas.

Entrar no grupo

Este é um serviço totalmente gratuito e você pode sair quando desejar.