Análises

Resenha do disco ao vivo do Irmão Lázaro - Eu Te Amo Tanto

Roberto Azevedo em 07/03/11 9238 visualizações

Testemunho e Louvor

(CD) 01/08


Seja o primeiro a avaliar

Ouça e dê sua nota

Lázaro Negrume nasceu em Salvador, em 1960. Sua carreira iniciou aos 18 anos de idade, quando comprou seu primeiro violão. Poucos meses depois, dedicou-se ao baixo elétrico.

Com passagem pelas bandas Terceiro Mundo e Cão de Raça, Lázaro ingressou no Olodum, grupo no qual ficou famoso através da canção "I Miss Her", com letra em língua inglesa.

Após enfrentar problemas com drogas e com dores, Lázaro converteu-se ao evangelho, tornando-se o Irmão Lázaro.

“Deus é fiel” foi sua primeira gravação gospel. Depois desse vieram “Te agradeço”, “Conte a Deus”, e “Meu mestre”.

Testemunho e Louvor foi gravado em 2 de junho de 2007 e é o seu quinto trabalho, sendo o primeiro registro ao vivo. Em 2009 o nome da capa foi trocado para Eu te amo tanto.

Gravado na igreja Batista Central em Feira de Santana-BA, o repertório traz momentos de alegria, louvor e adoração. Durante o culto ele conta o testemunho da sua conversão e faz uma homenagem emocionante aos pais.

Eu te amo tanto superou todas as expectativas, levando o cantor a alcançar notoriedade nacional e virar uma verdadeira “febre” nos grandes centros urbanos como Rio de Janeiro e São Paulo.

Os louvores seguem uma linha musical simples, porém muito bem arranjada. Roney Teixeira, que produziu o álbum e toca teclado com a banda, resume a concepção musical da sonoridade do trabalho. “As pessoas não precisam de arranjos mirabolantes e de acordes fantásticos”. “Claro que quem compra um cd quer ouvir discos bem gravados e tocados com musicalidade, mas se não for tocado com unção, será apenas música”.

O culto inicia com uma bela introdução orquestrada. Em seguida o back entoa o refrão de Meu mestre sobre uma cadência modal resultando em um efeito bem interessante.

A canção em si é um momento de reconhecimento da suficiência e da soberania do Senhor Jesus Cristo em nossas vidas, refrigério que devemos cultivar todos os dias. Destaque para o solo de guitarra.

Emenda com Morar no céu, que fez parte do repertório do disco “Conte a Deus”. O hino versa sobre o arrebatamento da igreja, nossa bendita esperança. A estrutura da música é interessante. Tem um refrão pegajoso alternado entre estrofes com uma métrica flexível dando espaço para improvisações e ministrações espontâneas.

Após uma bela introdução de teclado (sampleando um saxofone) temos a cativante Deus vai fazer que trata sobre provisão, proteção e direção de Deus. Conta ainda com o vocal potente e marcante da cantora Thaique interpretando uma das estrofes.

Amigo (oh glória) segue o estilo da faixa dois, com um refrão de fácil assimilação e estrofes “quase” livres. No final Lázaro faz uma rápida ministração sobre amizade.

No DVD temos um momento de júbilo com um medley dançante que traz a pegada e a batida típica da música baiana. No cd só ficou registrado o final da seqüência que é o hino Passando pela prova. Lembram do que eu escrevi na segunda faixa em relação a estrutura das músicas? Pois bem, esta é mais uma naquele estilo. Destaque para os ataques de metais (sampleados) executados pelo teclado. Timbre excelente e execução primorosa.

Terminando este momento alegre e festivo temos uma versão gospel para o seu sucesso secular “I miss her”. Eu sou de Jesus mescla a batida baiana com pitadas de reggae. Novamente os metais do teclado se sobressaem, desta vez auxiliado pela cadência do baixo. Somzeira!

No final da gravação Lázaro conta o seu testemunho de vida e conversão. Antes disso, sua história é resumida em verso e prosa na canção Bagaço que é o seu testemunho cantado e foi gravado originalmente em seu primeiro álbum – “Deus é fiel”.

Antes do testemunho do cantor temos a faixa título. Seguindo a estrutura harmonia simples acompanhada de melodia envolvente, adoramos a Deus com a belíssima Eu te amo tanto, entoada em primeira pessoa (como se fosse Deus falando). É a única canção inédita do set list.

O instrumental continua e ele começa a dissertar sobre sua infância e sobre suas experiências na Banda Oludum em Testemunho 1. Ao relatar fatos sobre sua família e recordar sobre os seus pais ele entoa a música Eu me lembro.

Pra terminar ele ainda compartilha Testemunho 2 e conta sobre o dia de sua conversão, sobre suas privações e provações no início de sua caminhada e deixa um recado para aqueles que exercem o ministério de música nas igrejas. O culto termina com um apelo e uma oração.

Em 2009, foi vencedor de cinco categorias do Troféu Talento: “Melhor Álbum Alternativo”, “Melhor Álbum Independente”, “Melhor Álbum Ao Vivo”, “Melhor Álbum do Ano” e “Melhor Revelação Masculina”.

Maiores informações podem ser obtidas em: www.irmaolazaro.com.br
Testemunho e Louvor

(CD) 01/08


Seja o primeiro a avaliar

Ouça e dê sua nota

Roberto Azevedo

Roberto Azevedo é cristão e membro da Comunidade Evangélica Betel (RJ). É militar e curte música, filmes e games (não necessariamente nesta ordem). É o principal colaborador do SuperGospel desde 2005.


Comentários

Para comentar, é preciso estar logado.

Faça seu Login ou Cadastre-se

Se preferir você pode Entrar com Facebook

Receba as novidades de música gospel diretamente no seu WhatsApp. Seja avisado sobre novos vídeos ou músicas.

Entrar no grupo

Este é um serviço totalmente gratuito e você pode sair quando desejar.