Análises

PG apresenta seu DVD gravado em SP: Eu sou Livre

Roberto Azevedo em 20/06/08 16822 visualizações
O cantor e compositor PG lançou no final de 2007, pela MK Music, seu terceiro trabalho solo intitulado Eu sou livre. Em março de 2008 chegou as prateleiras de todo o país a versão áudio visual do álbum, que possui seis canções a mais em relação ao repertório do disco homônimo.

Pedro Geraldo tem 14 anos de ministério e neste tempo passou por bandas como Santuarium, Corsário e No Fear. Alcançou notoriedade nacional ao assumir o vocal do Oficina G3, substituindo o Manga, que hoje é pastor da Igreja Vineyard no Rio de Janeiro

Com o Oficina ele gravou “Acústico”, “Acústico – ao vivo” (Gospel Records), “O Tempo” e “Humanos” (MK Music). Em 2004 iniciou sua carreira solo com o disco “Adoração”.

Em 2006 lançou “De um lado a outro” com participações de Luo e André Valadão. Este disco lhe rendeu o Troféu Talento 2007 de Melhor Álbum de Rock.

Como não podia deixar de ser, no menu de Extras, temos o Making off do evento que foi gravado ao vivo na Igreja Bíblica da Paz (SP) em setembro de 2007. Depoimentos de PG, do produtor Leandro Aguiari e de membros da banda e da produção, narram fatos e curiosidades dos bastidores da gravação.

Na seqüência temos um capítulo intitulado A família & o Ministério. Começa com cenas da festa de gratidão pelo primeiro ano de vida de Hadassa e termina com PG ministrando sobre família, com seus familiares presentes no palco da gravação.

Antes da Galeria de Fotos assistimos outra série de Depoimentos do pastor/cantor sobre circunstâncias relacionadas aos seus 14 anos de ministério.

Depois dos Créditos temos o catálogo de dvds lançados pela MK Music, incluindo Comunidade Evangélica da Zona Sul, Fernanda Brum, Eyshila, Aline Barros, Clipes e Karaokê, Canta Zona Sul volume 1 e volume 2, entre outros.

No palco temos uma formação básica com bateria, baixo, teclado e duas guitarras acompanhando o cantor. Durante a execução do repertório os arranjos são complementados com recursos gravados em estúdio (overdubs) executados por um naipe de cordas, pelo Coral Milagre Soul e por uma série de backs fazendo referência a gravação original das canções (vide por exemplo a interpretação do hino “Faz chover”).

O set list também não possui a presença de nenhum convidado para dividir com PG as ministrações das canções escolhidas para o show.

Após o instrumental da Intro, que vem acompanhado de um clipe com cenas dos bastidores, o repertório tem início com a pegada marcante e pesada de Ao Teu encontro. O hino traz uma bateria “bate-estaca” e vem recheado de guitarras. Somzeira!

A pressão continua com os power chords de Herói oculto que traz uma das letras mais reflexivas do disco.

Estou aqui é uma balada cantada em primeira pessoa (como se fosse Deus falando). É uma bela canção evangelística.

A seguir temos Aclame ao Senhor com o arranjo do cd “De um lado a outro”. A platéia presente forma um grande e participativo coral.

Face a face é um clamor de contrição e entrega. Nos overdubs temos a participação do Coral Milagre Soul.

Deus Pai é um hino de exaltação a obra de Cristo na cruz com letra e melodia muito belas. A música traz um naipe de cordas, gravado em estúdio, que faz a diferença. Muito boa.

A cativante e envolvente Sábia Loucura fez parte do repertório do seu primeiro álbum solo, “Adoração”. Hard rock de primeira, vem recheado de riffs de guitarra e de convenções empolgantes.

A faixa título mantém o peso do rock. Eu sou livre vem com um refrão bacana e marcante. Destaque para as intervenções do back vocal e para as nuances de dinâmica executadas pela banda.

Posso ouvir foi um dos primeiros sucessos de PG em sua carreira solo. No dvd o hino é acompanhado por cenas do clipe da música.

A seguir temos uma bela poesia sobre intimidade com Deus escrita por pelo pastor da Igreja Vinho Novo, Jesus A. Romero, intitulada, Meu universo.

Eu vou passar pela cruz disserta sobre morrermos para nossas vontades e nossos desejos. Morrermos para nosso eu com suas capacidades e limitações. O louvor traz um arranjo bacana com uma levada cadenciada e tem seus espaços preenchidos pelo naipe de cordas e por licks de guitarra.

A faixa 13 é uma Ministração reflexiva, confrontante e impactante. Vale a pena conferir.

Te vejo leva o culto a um momento mais contemplativo. É outra versão de um hino de Jesus Romero, da gravadora mexicana Vástago. A interpretação piano e voz ficou bacana.

A batalha, que fez parte do repertório do cd “De um lado a outro”, possui um arranjo denso e marcante.

O peso do hard rock marca presença em Paz na guerra. O hino versa sobre Jesus como solução para nossa sociedade cada dia mais decadente.

Quem sou eu é uma versão para “Who am I” da banda Casting Crowns. A versão ficou muito boa, não mudando nada em relação a mensagem do hino original, que pode ser encontrado no catálogo de lançamentos da BV Music. Nota 10.

O louvor Faz chover cria outro momento de adoração contemplativa.

De volta ao hard rock entoamos Todo ser que respira que tem um clima alegre e festivo e muitos licks e riffs de guitarra.

Fechando o repertório ouvimos Santo que além do peso do rock traz uma série de grooves executados pela banda. Neste hino PG aproveita para apresentar os músicos da banda.

O dvd Eu sou livre vem recheado de letras fortes e conseguiu encontrar um equilíbrio entre o rock pesado do segundo trabalho com a leveza e a harmonia do primeiro.
Eu sou Livre

(DVD) 03/08


Seja o primeiro a avaliar

Ouça e dê sua nota

Ouças as músicas e saiba mais sobre: PG

Veja também no Super Gospel:

Roberto Azevedo

Roberto Azevedo é cristão e membro da Comunidade Evangélica Betel (RJ). É militar e curte música, filmes e games (não necessariamente nesta ordem). É o principal colaborador do SuperGospel desde 2005.


Comentários

Para comentar, é preciso estar logado.

Faça seu Login ou Cadastre-se

Se preferir você pode Entrar com Facebook

Receba as novidades de música gospel diretamente no seu WhatsApp. Seja avisado sobre novos vídeos ou músicas.

Entrar no grupo

Este é um serviço totalmente gratuito e você pode sair quando desejar.