Notícias

Marcos Freire fala sobre novo projeto com Fernanda Brum e Ludmila Ferber

Redação em 16/11/20 68 visualizações

O cantor Marcos Freire acaba de fazer mais um lançamento daqueles que deixa qualquer um com o dedo no replay. O jovem artista reuniu nada mais nada menos que dois dos maiores nomes do segmento gospel para gravarem com ele seu novo projeto, uma regravação do clássico “Ouço Deus me Chamar”.

  • Qual sua relação com a música “Ouço Deus me chamar”?

Marcos Freire: Essa canção me acompanha desde criança, minha mãe tinha o playback e cantava nas igrejas. Eu lembro de pegar emprestado com ela e com uns 7 ou 8 anos a ministrei na igreja, foi um dos primeiros louvores que fez parte do meu repertório nas oportunidades que ganhava. Fui batizado com o Espírito Santo dentro de casa enquanto eu Adorada ao Senhor com ela em meu momento particular com Ele, tenho muitos momentos marcantes com “Ouço Deus Me Chamar”

  • Quando decidiu fazer a regravação da música?

Marcos Freire: Eu já havia regravado essa canção no projeto Sony Music Live, estava tudo pronto pra lançar, mas tínhamos que esperar o cronograma da gravadora. Entendo que esse tempo de espera foi para que Deus fizesse algo bem maior do que planejávamos.

  • A ideia de reunir Ludmila e Fernanda foi sua?

Marcos Freire: Um dia Deus colocou no meu coração para chamar a Ludmila e a Fernanda pra fazermos uma nova versão juntos, Maurício Soares, diretor da minha gravadora, não se opôs, mas disse que poderia ser difícil por conta das restrições que o momento de pandemia impunha para Ludmila. Levei a ideia para minha equipe, meu empresário e a Usina Brasil, a empresa que cuida de minhas produções. A Deborah da Usina, na hora disse que em 30 minutos teria uma reunião com a Ludmila, invadi o conferencia dela e a Ludmila me disse que aceitava antes mesmo de eu fazer o convite, fiquei surpreso. Com a Fernanda também foi na mesma pegada, aceitou o convite de pronto.

  • Vocês são três artistas com agendas de agendas com muitos compromissos, como conseguiram fazer esse encontro?

Marcos Freire: Foi tudo muito de Deus, agendado no céu primeiro. Ludmila estava nessa reunião com a Deborah pra alinhar a ida dela pra São Paulo e fazer a sua primeira live com a Usina, e na mesma semana a Fernanda também indo pra lá fazer seu clipe com a mesma equipe. Tem como não ver Deus nisso?

  • Você já havia gravado antes com Fernanda, como foi a experiência em fazer com a Ludmila?

Marcos Freire: Já havia gravado sim com a Fernanda, foi uma benção. A Ludmila sempre foi um desejo, tinha que ser algo especial e programado por Deus. Pra dar certo tinha que ser feito dessa forma e assim foi, uma experiência sobrenatural que vivemos naquele lugar.

  • Da pra perceber que os três estavam muito leves na gravação, já eram amigos?

Marcos Freire: Conexão divina, a Ludmila se tornou uma grande amiga. Tínhamos experiências bem pontuais antes deste encontro. Eu já sou amigo da Fernanda há muito tempo, chamo até de madrinha carinhosamente. Mas hoje, depois deste projeto, eu e a Ludmila temos consolidado essa amizade no dia-a-dia, sempre nos falamos.

  • A Sony Music foi sua primeira gravadora, qual a diferença entre o Marcos antes e depois de entrar na Gigante da Música?

Marcos Freire: Antes da Sony Music eu só tinha sonhos, e quando a gravadora e toda essa equipe competente entrou na minha vida, este nordestino sonhador que sou começou a realizar muitos sonhos. A Sony está me ajudando a consolidar muitas coisas, eles tornaram possíveis coisas que antes seriam impossíveis. Sou muito grato ao cuidado que o Maurício Soares, nosso diretor, tem comigo, ele respeita meu processo criativo e acredita no meu ministério.

  • Outra empresa muito presente em sua carreira é a Usina Brasil, qual a participação deles em sua carreira?

Marcos Freire: Mais uma obra de Sony e Maurício na minha vida, eles me conectaram e a Usina e de lá pra cá sonhamos e realizamos juntos grandes coisas. A Deborah Cohen e o Maicon Freitas fazem com que tudo tenha um clima familiar, a Usina hoje é uma referencia dentro do mercado, as pessoas estão indo atrás deles o tempo todo, fico feliz demais de ter feito parte do inicio e ainda estar com eles. Eles não são apenas uma empresa que produzem vídeos, eles cuidam de projetos e viabilizam muitas coisas para quem está no mercado.

  • A música que vocês acabaram de lançar fala sobre ir ao encontro com Deus, você já teve algum desses momentos sobrenaturais de encontro com Ele?

Marcos Freire: Eu provo disso todos os dias, tenho grandes experiências com relação ao encontro com a manifestação de Deus. Destinos mudados, direções mudadas, testemunhos de pessoas que através de uma palavra ou louvor ministrado por mim tiveram curas em várias áreas.

  • Podemos esperar outros encontros inusitados como esse em seus próximos projetos?

Marcos Freire: Podem esperar sim, vamos preparar outros lançamentos similares, com outros nomes que eu entendo como referencia de ministério. Eles abriram um caminho, temos que aprender com a sabedoria que eles têm, trazer eles para perto para beber dessas fontes e permanecer como eles permanecem até hoje abençoando nossas vidas.

Ouço Deus Me Chamar

(Single) 11/20


Seja o primeiro a avaliar

Ouça e dê sua nota

Ouças as músicas e saiba mais sobre: Fernanda Brum / Ludmila Ferber / Marcos Freire

Veja também no Super Gospel:


Comentários

Para comentar, é preciso estar logado.

Faça seu Login ou Cadastre-se

Se preferir você pode Entrar com Facebook

Receba as novidades de música gospel diretamente no seu WhatsApp. Seja avisado sobre novos vídeos ou músicas.

Entrar no grupo

Este é um serviço totalmente gratuito e você pode sair quando desejar.