Análises

Ouvimos o disco mais recente de Eyshila - O Milagre Sou Eu. Confira a crítica

Tiago Abreu em 09/01/17 3153 visualizações
O Milagre Sou Eu, antes de tudo, merece o título de trabalho mais introspectivo da carreira musical de Eyshila. Com a morte de Matheus Oliveira, um de seus filhos, a artista teve motivos de sobra para verbalizar, em músicas, questões de sua vida pessoal.

O grande triunfo do disco está justamente no fato de Eyshila, com compositor que, há cerca de vinte anos, comprovam sua capacidade de tornar fatos em torno de sua vida em canções, mostrar novamente seus dotes. "A dor não mata", verso que introduz a faixa-título, O Milagre Sou Eu, aborda o reconhecimento de que apesar de qualquer discurso de cura, a soberania divina ainda está acima de todo desejo humano.

A produção musical, dividida por Emerson Pinheiro juntamente com Sérgio Assunção, reforça o aspecto pop dos discos mais recentes do trabalho de Eyshila. Não indica mais ousadia em comparação ao versátil Deus no Controle (2014), mas um retorno às origens da artista.

As primeiras canções do álbum são as mais interessantes no conjunto geral. Licença pra Vida e Descansa Seu Coração fazem a ponte entre as dores pessoais da cantora com versos congregacionais. Esta última é uma balada pop rock ao estilo de Eyshila. Os backing vocals, no trabalho, estão devidamente em segundo plano. Nada muito complexo é necessário diante de um disco que, claramente, tem os dramas da intérprete como eixo.

O problema do disco é que, a partir de Batiza com Fogo, não há uma constância temática no repertório sugerida, inclusive, pelo projeto gráfico e as primeiras músicas. Assim, as canções adentram o território comum de versos verticais presentes em outros álbuns da cantora. A proposta original é retomada na voz de Lucas Santos em Saudade, composição autoral que é direta e simples e, por fim, com um instrumental, de Josué Lopes. Assim, O Milagre Sou Eu pode não figurar entre os melhores álbuns de Eyshila, mas a apresenta em sua forma mais humana e íntima.

Nota: ★★★
O Milagre Sou Eu

(CD) 01/16


Seja o primeiro a avaliar

Ouça e dê sua nota

Ouças as músicas e saiba mais sobre: Eyshila

Veja também no Super Gospel:

Tiago Abreu

Jornalista formado pela Universidade Federal de Goiás (UFG), escreveu para o Super Gospel entre 2011 a 2019. É autor de várias resenhas críticas, artigos, notícias e entrevistas publicadas no portal, incluindo temas de atualidade e historiografia musical.


Comentários

Para comentar, é preciso estar logado.

Faça seu Login ou Cadastre-se

Se preferir você pode Entrar com Facebook

Receba as novidades de música gospel diretamente no seu WhatsApp. Seja avisado sobre novos vídeos ou músicas.

Entrar no grupo

Este é um serviço totalmente gratuito e você pode sair quando desejar.