Análises

Ouvimos o novo álbum de Ton Carfi - História de Davi. Confira nossa análise

Gledeson Frankly em 17/07/17 2027 visualizações
Desde os álbuns Jesus Me Conquistou (2014) e Somos Um (2015), há de se perceber uma mudança em relação a musicalidade explorada por Ton Carfi. O cantor, que já passou por diversos estilos musicais, está explorando com maior propriedade o eletrônico e seus subgêneros. Em História de Davi, lançado pela Som Livre, não é diferente. Produzido por Alissom Melo e André Calore, o álbum traz uma interpretação fluida por parte de Carfi aliada a bons arranjos. Além disso, também apresenta um amadurecimento do cantor, que trafega pelo R&B, pop e eletrônico, sem perder a identidade que vinha construindo em seus últimos trabalhos.

Diferentemente do poder mostrado em pontos específicos do disco, Inabalável conta com a participação do Coral Kemuel e soa como "Happy" de Pharell, porém sem a mesma eficácia. A canção não agrega em nada ao trabalho, além de contar com jargões evangélicos triunfalistas, como “volta por cima”, “meus inimigos”, entre outros. Em contraponto, Eu não Quero Mais Te Abandonar e História de Davi chegam para amenizar o clima do disco. São casos de baladas bem executadas com pitadas de R&B, destaque para o piano e os vocais de Ton nas duas faixas.

Só Teus Olhos Me Veem tem uma pegada darkurban e, por contér um instrumental mais pesado e linear que as demais, é uma boa surpresa dentro do álbum. Em seguida, Assuma o Controle tem um viés radiofônico, unindo sintetizadores a uma letra de fácil entendimento. Hospício é ousada, além de contar com a participação do cantor nacionalmente conhecido Buchecha. A faixa traz os arranjos mais eletrônicos até aqui e vocais destorcidos que agregaram a proposta da mesma. Há um Criador segue influências da tropical house e é uma canção correta, apesar do estilo já estar saturado por artistas internacionais desde 2015.

Com participação de Pregador Luo, Ore é outro bom momento do disco. O dueto implacável é impulsionado pelo trap, misturando o clássico hip hop com o eletrônico. Ton e Luo cantam o poder da oração mediante as adversidades da vida. Os versos do rap de Luo provocam o ouvinte, como “Gastamos horas e horas em redes sociais / Pra ver quem junta mais likes” e “Mascaramos os pecados e zombamos do Senhor / Como é que você quer ser mais que vencedor / Se na balada ou na rua entristece ao Senhor”.

Nota: ★★★☆☆
História de Davi

(CD) 01/17


Seja o primeiro a avaliar

Ouça e dê sua nota

Ouças as músicas e saiba mais sobre: Ton Carfi

Veja também no Super Gospel:

Gledeson Frankly

Paulista, cristão e acadêmico em administração pela UNIFESP. Escreve para o Super Gospel desde 2017.


Comentários

Para comentar, é preciso estar logado.

Faça seu Login ou Cadastre-se

Se preferir você pode Entrar com Facebook

Receba as novidades de música gospel diretamente no seu WhatsApp. Seja avisado sobre novos vídeos ou músicas.

Entrar no grupo

Este é um serviço totalmente gratuito e você pode sair quando desejar.