Análises

Relembramos o segundo projeto de Daniela Araújo, lançado em 2014 - Criador do Mundo

Tiago Abreu em 13/04/23 5705 visualizações
Relembramos o segundo projeto de Daniela Araújo, lançado em 2014 - Criador do Mundo

Certamente muitos se perguntam o que há de tão interessante e inovador no trabalho de Daniela Araújo. Amada por muitos e detestada por outros, a obra da cantora, ainda recente, está atraindo um público cada vez maior no Brasil. Criador do Mundo é apenas o seu segundo lançamento e já deixa impressões muito claras a respeito a que a artista veio.

Majoritariamente autoral, Criador do Mundo é um álbum pop de primeira linha, o que no mercado nacional (incluindo o meio não-religioso) é algo difícil de alcançar. Mas, ao mesmo tempo, não é um disco mainstream por completo. Os sintetizadores e pianos se condensam numa sonoridade que, em momento algum atropela as letras e interpretações vocais contidas no disco. E identidade, certamente, é uma característica que resume o registro.

O álbum pode ser resumido em duas faces. A primeira, e de maior impacto, é o seu teor conceitual. Maior parte do repertório versa uma série de críticas à hipocrisia religiosa. As verdades ditas, mas pouco vividas, tem sido um câncer em certos grupos e segmentos evangélicos. Faixas como Entrega e Verdade são, liricamente, um tapa na face. Mesmo que trechos de rap em faixas pop seja um clichê dos grandes nas gravações musicais, a participação de Lito Atalaia não diminui a qualidade da música.

Outro destaque acerca de muitas canções do disco são os arranjos de metais utilizados. E, juntamente com essas texturas, o disco possui influências do indie pop e do post-rock, como Deus, que conta com uma sonoridade densa e surpreendente. Do mesmo modo, também, a capa do álbum, com seu teor psicodélico, é um destaque à parte e é quase uma oposição ao cenário iluminado e solar de Daniela Araújo (2011).

O seu segundo tom de Criador do Mundo está em seu perfil confessional e intimista. Imensurável é talvez a melhor canção de todo o projeto. Conduzida por um banjo, possui uma sonoridade suave que, como maior parte do trabalho, encaixa-se magistralmente à letra. E, neste aspecto, Aleluia, com participação de Leonardo Gonçalves, conta com uma sonoridade percussiva e rica.

É curioso que uma cantora tão jovem, especialmente em termos de cenário evangélico, tenha mostrado tanta maturidade em apenas dois registros. Bem diferente do seu disco de estreia, mas não por isso um álbum fraco, Criador do Mundo é um trabalho rico em reflexões, arranjos e musicalidade.

Nota: ★★★★☆

Criador do mundo

(CD) 01/14

(5,0/5)
Total de votos: 1

Ouça e dê sua nota

Ouças as músicas e saiba mais sobre: Daniela Araújo

Veja também no Super Gospel:

Tiago Abreu

Jornalista formado pela Universidade Federal de Goiás (UFG), escreveu para o Super Gospel entre 2011 a 2019. É autor de várias resenhas críticas, artigos, notícias e entrevistas publicadas no portal, incluindo temas de atualidade e historiografia musical.


Comentários

Para comentar, é preciso estar logado.

Faça seu Login ou Cadastre-se

Se preferir você pode Entrar com Facebook