Twitter do SuperGospel Facebook do SuperGospel RSS - SuperGospel

Matérias em destaque




Confira as categorias e os indicados ao Troféu Promessas

Rafael Ramos em 11/09/2011
Para o Super Gospel
Clique em Compartilhar e divulgue esse conteúdo com os seus amigos no Orkut
Com o fim do Troféu Talento, que teria sua 15ª edição em 2010, faltou ao cenário gospel nacional uma premiação digna do prestígio da nossa música.

Ano passado até que houve uma “tentativa” com o Troféu Melhores do Ano (nome original não é, Faustão?), mas a coisa soou muito amadora e parece que os organizadores desistiram desse fiasco já que nem o site está mais no ar.

Outra premiação que só ficou no papel foi a que aconteceria durante a Expo Music Gospel nos meses de maio e junho deste ano, mas essa também só ficou na promessa.

Foi então que bons ventos começaram a soprar no vale de ossos secos neste ano até tocarem a Vênus Platinada e, pela primeira vez na história (desculpem o exagero), a Rede Globo está por trás de uma premiação voltada para a música evangélica. Senhoras e senhores, eis o Troféu Promessas.

Apesar de soar meio prepotente com o título de “a maior premiação da música evangélica”, temos que reconhecer que os organizadores estão mesmo empenhados em fazer desta um modelo no cenário musical. Claro que pequenos detalhes precisaram de ajustes como, por exemplo, no processo de inscrição que foi feito via internet e o sistema não reconhecia alguns nomes de cantores.

Mas temos que tirar o chapéu para a equipe por ter o prestígio de reunir em uma mesma sala diretores de gravadoras concorrentes (uma concorrência sadia, diga-se de passagem). O Comitê Organizador, presidido por Marcus Mota (Quartel Design), é mesmo de tirar o chapéu. Olha só os nomes:

Alomara Andrade – MK Music, Ana Paula Porto – Graça Music, Bianca Pagliarin – Rádio Vida (SP), Eduardo Berzin Filho – EBF Comunicações, Gilberto de Jesus – Rádio Gospel (SP), Junior Monteiro – Idealizador do Troféu Promessas, Marcelo Toller – Som Livre, Marcus Mota – Quartel Design e Presidente do Comitê Organizador, Mauricio Soares – Sony Music, Ozéias Leal – Central Gospel Music, Rogério Barrios – EBF Comunicações e Vagner Jimenes – Canzion.

Depois de passarem mais de sete horas em reunião no Hotel Windsor, no bairro carioca de Copacabana, no dia 09 de agosto, eles chegaram aos seguintes candidatos que já estão sendo votados pelo público desde o dia 16 de agosto e vai até o fim deste mês e só depois começa a segunda fase das votações, a partir de 06 de outubro, quando apenas um entre os três finalistas poderá ser escolhido até o dia 29 de novembro.

Antes de falarmos sobre os indicados, vale abrir um parêntese sobre a questão da votação popular. Todo mundo sabe os problemas que isso causa. Afinal, o público não vota em quem merece ganhar, mas em quem gosta.

Ou alguém já engoliu Robinson Monteiro ter levado o prêmio de Melhor Álbum Pentecostal no Troféu Talento 2009 concorrendo com nomes como Shirley Carvalhaes, Léa Mendonça e Damares?

E o que falar da vitória do Restart em todas as categorias no Prêmio VMB 2010 e no Prêmio Multishow do ano passado, algo que fez com que o diretor Guilherme Zonta pedisse demissão ainda no palco?

O que poderiam fazer é algo observado no VMB 2011 que definiu categorias escolhidas por um júri e outras pelo público.

Mas vamos ao que realmente interessa:

De acordo com o regulamento do Troféu Promessas, apenas trabalhos lançados em 2010 e 2011 poderiam concorrer. Isso explica o motivo de duas desclassificações na categoria Melhor DVD. Então senhores, confiram nossa opinião sobre cada um deles (A propósito, alguém sabe o que aconteceu com a categoria Melhor evento?):

Revelação:
Entende-se aqui que Revelação não é justamente o artista que surgiu agora, mas o que conta foi ele ter estourado neste ano. Isso explica as indicações de Thalles (2009), Flordelis (2008), Luciano Claw (2006) e outros que começaram a carreira antes de 2010.

E já que cada categoria só terá três concorrentes na segunda fase, Brenda e Thalles já são quase certos de irem para a semifinal. Difícil é saber quem seria o terceiro concorrente: Jill Viegas, Jairo Bonfim, Arianne, Léo Fonseca e Marcus Salles são fortes nomes, sem falar dos representantes do estilo mais alternativo: Megafone, Palavrantiga, Tanlan e Banda NS4. Henrique Cerqueira pode ser o azarão da categoria que pecou pela ausência de Hélvio Sodré e Betânia Lima.

Melhor Música:
Essa sem dúvida é a categoria mais difícil de fechar. Afinal, são músicas que foram tocadas exaustivamente nas rádios e no comércio popular. Quem não colocou o pé na igreja e ao ouvir uma delas não pensou: “Ai, meu Deus, de novo essa música”? Das 20 indicadas, as que têm as maiores chances são Não morrerei (Marquinhos Gomes), Pavão-pavãozinho (Fernanda Brum), Ressuscita-me (Aline Barros), Sou humano (Bruna Karla), Um novo vencedor (Damares) e Uma nova história (Fernandinho).

Já a indicação de Kleber Lucas foi meio forçada, afinal, desde Aos pés da cruz (2001) que ele não nos brinda com uma canção realmente impactante. Outras canções como Deus da minha vida (Thalles) e Até quando (André Valadão) são até empolgantes, mas não têm força para vencer na categoria. Brenda, PG, Diante do Trono, Cassiane, Regis Danese também podem sonhar com a vitória, mas a grande surpresa ficou por conta de Árvore de bons frutos, título do CD do Pregador Luo do ano passado.

Melhor Ministério de Louvor:
Com tudo o que passou este ano para a gravação do 14º álbum da carreira, o Diante do Trono é forte indicado a levar essa. Se tivermos que apostar em outros dois nomes, podem ser Comunidade Evangélica Internacional da Zona Sul, que passou por uma reformulação com a produção de Paulo César Baruk, e Ministério Sarando a Terra Ferida que tem conseguido se manter sempre em alta. Renascer Praise, Voz da Verdade, Ministério Nova Jerusalém e Ministério Apascentar de Nova Iguaçu podem ser bem votados pelo histórico que possuem.

Melhor grupo:
Essa merece o título que categoria mais sem noção do Troféu Promessas. Ou alguém consegue enxergar parâmetro nessa disputa que colocou Cassiane e Jairinho disputando com Oficina G3 e Ao Cubo? Por que não criaram as categorias Melhor dupla e Melhor banda? E Trazendo a Arca e Livres para Adorar não se encaixariam melhor na categoria anterior? Agora, alguém pode explicar a indicação do Grupo Ellas depois que tanto se especulou sobre o fim do trio?

Melhor DVD:
A categoria misturou duas tecnologias distintas: DVD e Blu-ray, mas conseguiu reunir alguns nomes fortes. Apesar de ser um lançamento MUITO recente, o trabalho de Bruna Karla é um concorrente de peso, o mesmo pode ser dito acerca de Renascer Praise, Pregador Luo, Thalles, Diante do Trono, Jozyanne, Oficina G3, Nani Azevedo, Nívea Soares, Lázaro e Aline Barros.

Melhor clipe:
As produções do cenário nacional ainda estão engatinhando se comparadas ao que é feito no mercado internacional, mas temos que admitir que alguns concorrentes são verdadeiras pérolas. Afinal, não é todo mundo que consegue o feito de Fernanda Brum e seu "Pavão-pavãozinho" que figurou entre os assuntos mais comentados do Twitter. "Jack, Joe and Nancy in the mall" do Resgate tem aqueles ares de clipe caseiro e muito divertido e o clipe de PG também ficou com um ótimo resultado. Megafone também tem grandes chances com "Não há outro lugar" com um trabalho estético impecável.

Produção também que merece elogios fica por conta do brilhante clipe "Nasci pra vencer do Ao Cubo" que não ficou devendo em nada às produções de hip hop seculares. AndréValadão também surpreendeu com o resultado da gravação com tons bem realistas. "Eis-me aqui" de Ana Paula Valadão e Ludmila Ferber tem belas imagens, mas vamos combinar que o roteiro ficou MUITO estranho (sem comentários).

Os representantes da Salluz – "Isso é amor" (Paulo César Baruk e Rebeca Nemer) e "Tudo cooperapara o bem" (Coral Resgate para a Vida) – são daqueles que você quer ver toda hora e não enjoa. Já os clipes de Thalles e Aline Barros ficaram na mesmice: cantor – cenário ao ar livre – banda. A ausência de "Flores em vida" de Paulo César Baruk foi sentida na indicação que não explicou como "És tudo pra mim" de Nádia Santolli pôde concorrer se só foi ao ar uma semana depois que os indicados foram divulgados.

Melhor CD:
Já começamos sentindo a falta do elogiadíssimo "Emanuel" de Nívea Soares que surpreendeu em produção, composições e interpretação da cantora que confirmou que não nasceu para ser apenas uma solista do Diante do Trono. "Ainda não é o último" do Resgate também foi uma falta imperdoável. André Valadão fez um excelente disco pop e merece ser um dos semifinalistas assim como Damares e seu muito bem lapidado "Diamante". "Ele não desiste de você" foi a ressurreição da carreira de Marquinhos Gomes e "Extraordinário amor de Deus" fez com que Aline Barros fosse notícia por vender mais de 50 mil cópias em apenas um dia. Brenda também fez bonito em sua estréia com um trabalho muito bem feito por Ruben di Souza. Pierre Onassis também acertou em cheio ao mostrar que música baiana não é feita só de Lázaro.

Melhor cantora:
Essa categoria será daquelas que os fãs clubes vão brigar para ver seus favoritos erguendo o troféu na noite da premiação. Aqui eles se redimiram com a indicação de Nívea Soares e outras fortes candidatas são Aline Barros, Fernanda Brum, Jamily, Damares e Dany Grace. Difícil engolir a indicação de Pamela (a estrela teen precisa se reinventar urgentemente) e não ver os nomes de Ariely Bonatti e Betânia Lima.

Melhor cantor:
Os 20 candidatos prometem uma disputa acirrada. Marquinhos Gomes, Fernandinho, Thalles, André Valadão são alguns fortes nome para erguer o troféu. Waguinho é a grande surpresa assim como Pregador Luo e David Quinlan. Álvaro Tito andou meio sumido e soou apelativa a indicação. Wilian Nascimento e Marcus Salles são outros nomes merecidos assim como Regis Danese, PG, Marcelo Aguiar e Paulo César Baruk.

E ai? Já escolheu os seus candidatos? Entre no site do Troféu Promessas para votar agora: www.trofeupromessas.com.br/vote

Seja social :)

 

Deixe o seu comentário


Grátis: Novidades em seu email


Siga-nos no twitter

Fique ligado em música gospel: @supergospel

Conheça os lançamentos e promoções: @gospelgoods (Loja virtual Gospel Goods)



Novidades em seu email

Conteúdo Top





Parceiro

O Super Gospel, o portal da música gospel, é patrocinado pela loja virtual Gospel Goods
Loja virtual Gospel Goods
Fique ligado no que acontece no Super Gospel: Siga-nos no Twitter, receba atualizações via RSS ou e-mail.
Copyright - 2001 - 2011 Supergospel. Todos os direitos reservados.