Twitter do SuperGospel Facebook do SuperGospel

Matérias em destaque



Análise

DVD Collection - Ao vivo - 10 anos
(Eyshila)

Roberto Azevedo em 16/11/2007
Para o Super Gospel
Collection - Ao vivo - 10 anos

Compre este DVD agora

Faixas:
1. Abertura - Chuva de Poder
2. Tira-me do Vale
3. Fala Comigo
4. Eu quero ser santo
5. Ministração
6. Deus Proverá
7. Salmo 01
8. Vou glorificar
9. Na Casa de Deus
10. Fiel a mim
11. Posso Clamar
12. Terremoto
13. Palavra - Clamor
14. Senhor, eu te amo
15. É assim que eu quero te adorar
16. Apresentação de Fernanda Brum
17. Vem encher-me
18. Apelo Fernanda Brum
19. Muito Amado
20. O Senhor é bom
21. Vontade de adorar
22. Homenagem
23. Chuva de Poder - Remix
A cantora e compositora Eyshila possui mais de 11 anos de ministério. Isso sem contar seu tempo de participação na banda Altos Louvores, grupo que ela integrou desde os 15 anos de idade.

Em 2003 ganhou seu primeiro Disco de Ouro com “Na casa de Deus”, terceiro álbum de sua discografia com mais de 100 mil cópias vendidas. “Terremoto” lançado em 2005 foi indicado ao Grammy Latino na categoria de Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa. Seus lançamentos anteriores foram “Deus proverá” em 2001, “Mais doce que o mel” em 1999 e “Tira-me do vale” em 1997.

Em 2006, para celebrar os dez anos de seu ministério solo a MK Music lançou em dvd e cd o antológico Eyshila Collection. O registro áudio visual traz 18 canções que marcaram sua carreira. Alguns hinos trazem novos arranjos, outras trazem apenas uma roupagem diferente

A gravação foi realizada ao vivo no dia 8 de setembro de 2005 na casa de shows Rio Sampa e foi produzido por Rogério Vieira. A direção artística ficou por conta de Marina de Oliveira, os cenários foram construídos pela Promix e a iluminação ficou por conta de Luiz Carlos Bimbão.

O menu de Extras traz o making off com cenas dos bastidores da gravação. Ensaios, momentos de comunhão e oração entre os integrantes e depoimentos de amigos como Fernanda Brum, Emerson Pinheiro e Rogério Vieira. Temos ainda cenas da preparação do palco no dia anterior e no dia do show, além do clamor dos envolvidos no projeto pela operação do Espírito Santo naquele local. Até porque sem a presença de Deus tudo teria sido em vão né?

Os extras trazem ainda os clipes das músicas “Terremoto”, “Na casa de Deus”, “Deus proverá” e “Posso Clamar”, além de um depoimento da cantora sobre o desafio da gravar um dvd. Eyshila faz comentários e traz curiosidades sobre fatos ocorridos antes, durante e depois do culto. Como em todo dvd que se preza não poderia faltar um menu com fotos, discografia, outros títulos da MK Music em dvd e créditos finais.

O programa especial feito com a Eyshila, que foi ao ar no Conexão Gospel na época do lançamento do álbum “Terremoto”, foi aqui inserido na integra trazendo uma série de clipes do cd. As declarações da cantora durante a reportagem são muito boas e elucidativas. Vale a pena conferir.

A gravação tem início com Chuva de poder que traz uma série de efeitos visuais e sonoros com direito a chuva de papel laminado no refrão.

Tira-me do vale é um belíssimo hino de Livingsthon Farias que versa sobre proteção e confiança em Deus. O teclado traz um leve tempero de blues nas frases de órgão e piano.

Fala comigo é uma oração cantada que começa lenta, mas logo vira uma balada muito bacana.

Após uma rápida palavra entoamos Eu quero ser santo, que é um clamor de contrição e entrega que possui um letra que é um desafio. “Renuncio tudo que é impuro. Renuncio minha carne. Renuncio o mundo e sonhos que não te glorificam”. Entenderam?

Uma ministração sobre provisão antecede um dos melhores hinos escritos por Eyshila (lembrando que do repertório de 18 músicas apenas três não são de sua autoria). Deus proverá tem uma melodia cativante e um refrão envolvente.

Salmo é uma interpretação em ritmo de balada pop para as palavras do salmista sobre o segredo da verdadeira prosperidade. “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite, pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará”.

Uma conversa franca com Deus é o tema de Vou glorificar que traz um refrão que é outro desafio para nosso viver diário. “Vejo a mão de Deus agindo mesmo quando estou chorando”. Destaque para os licks de sax desfilando pelo arranjo.

Na casa de Deus tem uma ponte que lembra “Killing me sofly”. A melodia do refrão e o break no meio da canção são empolgantes.

Uma palavra sobre esperança no sobrenatural de Deus dá o tom para Fiel a mim. O hino leva o culto para um momento mais contemplativo. Destaque para a condução de piano feita por Rogerinho, para o back vocal e para as nuances de dinâmica realizada pela banda. O louvor termina com uma ministração.

Posso clamar traz uma letra alusiva as palavras de Mateus encontradas no oitavo capítulo do livro que leva o seu nome, também encontradas em Lucas 8:23. Mais uma vez o back marca presença e faz a diferença, além do fato de termos uma das melhores interpretação de Eyshila até o momento.

Terremoto é uma poesia cantada que faz alusão ao sobrenatural de Deus narrado por Lucas em Atos 16:26.

Após um momento de clamor adoramos a Deus com Senhor Eu te amo. O louvor é outra declaração de amor ao Pai muito bonita lírica e melodicamente.

O palco recebe uma arrumação mais acústica enquanto Eyshila declara toda sua gratidão a pastora e amiga Fernanda Brum. Vem encher-me, do primeiro disco da cantora, traz um emocionante dueto interpretado por elas.

Após um apelo feito por Fernanda entoamos Muito amado com Eyshila marcando presença tocando violão. Destaque para a pegada black do vocal que dá o toque a mais nesta canção.

O Senhor é bom põe a galera pra balançar. Destaque para a pegada blues de Rogerinho no piano. O hino ainda traz um rap e total interatividade da banda com a galera presente. Nota 10!

Vontade de adorar traz a pegada contagiante do pop rock. A canção é conduzida por power chords com overdrive enquanto o piano tempera o arranjo com elementos de boogie woogie. O hino vem recheado de convenções que colocam a galera pra pular e dançar.

A gravação termina com Chuva de poder em versão remix.

Em 2007 a cantora lançou mais dois trabalhos pela MK. Primeiro foi seu sétimo trabalho solo denominado Até tocar o céu, também produzido por Rogério Vieira e com participação de Aline Barros.

No meio do ano foi a vez da sua participação no novo álbum do Voices, grupo que existe há 9 anos e que ela é uma das fundadoras ao lado de Marina de Oliveira, Fernanda Brum, Jozyane (que foi substituída por Lílian) e LizLane.


Compre o DVD Collection - Ao vivo - 10 anos na loja virtual Gospel Goods

Atenção: As análises são escritas por usuários colaboradores do Super Gospel, e descrevem suas opiniões pessoais. Os comentários e observações não necessariamente refletem as opiniões do site.

Seja social :)

 

Deixe o seu comentário


Siga-nos no twitter

Fique ligado em música gospel: @supergospel

Conheça os lançamentos e promoções: facebook.com/gospelgoods (Loja virtual Gospel Goods)



Conteúdo Top





Parceiro

O Super Gospel, o portal da música gospel, é patrocinado pela loja virtual Gospel Goods
Loja virtual Gospel Goods
Copyright - 2001 - 2018 Supergospel. Todos os direitos reservados.