Análises

Ouvimos o novo álbum de Kleber Lucas - Pela Fé. Confira a nossa crítica sobre o lançamento

Tiago Abreu em 01/08/16 4170 visualizações
Parece oportuno afirmar que, justamente no ano em que completa 20 anos do início de sua carreira solo, Kleber Lucas lançou um dos melhores registros de sua discografia. Mas Pela Fé é realmente um novo vigor de um cantor e compositor que há quase uma década patinava entre ideias pasteurizadas perdidas em momentos raros de grandiosidade musical.

A parceria com Kleyton Martins, presente em O Filho de Deus (2014), se repetiu. Mas dessa vez, o pianista e tecladista responsável também pelos arranjos, surpreende. Sem qualquer falsa modéstia, de forma envolvente, Kleber enfatiza sua “virada radical” na pop-dance Pra Recomeçar, recheada de loops e programações. O artista fluminense é o autor de todas as doze músicas, que fazem jus à versatilidade musical que Lucas ostentava em seus anos áureos.

Kleyton está muito bem como instrumentista e, neste novo disco, tem espaço mais definido para mostrar suas habilidades. Quando as limitações vocais de Kleber se fazem mais presentes, ali ele está para suprir lacunas. Novo Jeito, por exemplo, é um pop adulto de peso, aparentemente descompromissado e brincalhão, mas que se desenvolve harmoniosamente com versos sérios e bem constituídos. Da mesma forma, Martins colabora para revelar faces esquecidas da música de Kleber Lucas. É o caso de Teu Chamado, que recupera o sax tão fundamental em álbuns como Deus Cuida de Mim (1999) e Aos Pés da Cruz (2001).

O single A Ele, de estilo semelhante a canções recentes do intérprete – como “Vou Deixar na Cruz” e “A Cruz Vazia” – não faz feio em comparação a registros antigos. Muito pelo contrário. No repertório, Kleber Lucas consegue manter equilíbrio entre músicas de teor mais congregacional e viagens sonoras. Vale destacar os coros gospel de O Rei Está Voltando e os arranjos de Aleluia. Chamados de coral black nos créditos, a soma das vozes de sete músicos tem função especial na imponente Glória.

Se Kleber mostra que não esqueceu totalmente suas raízes, as surpresas com relação a obra se seguem até o último minuto. Justiça Generosa, uma das faixas mais agradáveis de todo o repertório, é impecável pela brasilidade e execução instrumental de Bene Maldonado que, como músico convidado, executa viola e guitarra. Com um recomeço equilibrado e que valoriza Kleber Lucas como artista, Pela Fé brilha na discografia do cantor. É, de longe, o trabalho mais sólido e surpreendente do músico desde Comunhão para Aqueles que Te Amam (2007).

Nota: ★★★★☆
Pela Fé

(CD) 01/16


Seja o primeiro a avaliar

Ouça e dê sua nota

Ouças as músicas e saiba mais sobre: Kleber Lucas

Veja também no Super Gospel:

Tiago Abreu

Jornalista formado pela Universidade Federal de Goiás (UFG), escreveu para o Super Gospel entre 2011 a 2019. É autor de várias resenhas críticas, artigos, notícias e entrevistas publicadas no portal, incluindo temas de atualidade e historiografia musical.


Comentários

Para comentar, é preciso estar logado.

Faça seu Login ou Cadastre-se

Se preferir você pode Entrar com Facebook

Receba as novidades de música gospel diretamente no seu WhatsApp. Seja avisado sobre novos vídeos ou músicas.

Entrar no grupo

Este é um serviço totalmente gratuito e você pode sair quando desejar.