Twitter do SuperGospel Facebook do SuperGospel

Matérias em destaque



Análise

CD Promessas - Pentecostal
(Vários artistas)

Análise feita pelo colaborador:
()
Promessas - Pentecostal

Compre este CD agora

Faixas:
1. Autoridade Divina
2. Rastro da Unção
3. Mãos Ungidas
4. Paulo e Silas
5. Eu Vou Subir
6. Quem é Aquele
7. Minha Fé
8. Ele é Poderoso
9. Eu Profetizo
10. Nocaute
11. Deus Proverá
12. Você tem Direito
13. O Que Deus Pode Fazer à Meia-Noite
14. Pássaro Ferido
Foi com grande expectativa que a Som Livre trouxe ao mercado o terceiro volume da série Promessas.

Desde 2008 a gravadora vem investindo no mercado gospel e a coleção Promessas é um dos principais destaques nesse seguimento: entre 2009 e 2010 os dois primeirosvolumes atingiram a marca de mais de 400 mil discos vendidos.

Em 2011, a série inovou ao prestar homenagem ao centenário do Movimento Pentecostal no Brasil. Sob o título de Promessas Pentecostal, a nova coletânea selecionou as mais belas vozes femininas para formar um repertório virtuoso, capaz de emocionar e evangelizar.

Para não ficar sendo repetitivo a cada faixa, já deixo registrado que todos os hinos possuem as convenções típicas do estilo e contam com as cordas se sobressaindo na mixagem.

Os três primeiros hinos versam sobre unção, autoridade, poder, cura e libertação, alusivos ao texto de Marcos 16:15, trecho muito explorado na temática pentecostal. Ambas são conduzidas pelo piano.

A gravação tem início com Elaine de Jesus e a canção de autoria de Moisés Cleyton, Autoridade Divina, que é faixa do CD “Sala do Trono”, produzido por Rogério Vieira e lançado em 2006. Musicalmente falando, destaque para a dinâmica cadenciada e apoteótica a partir do meio do hino.

Rozeane Ribeiro é autora de hinos conhecidos, como “Hino da vitória” e “Recompensa”. Aqui ela marca presença com a faixa título de seu quarto disco solo - Rastro de unção, lançado em 2010 pela RORI Music e produzido por Melk Carvalhedo.

Shirley Carvalhaes é uma das cantoras mais antigas que ainda sustentam um ministério sólido no meio gospel. Possui 32 álbuns lançados, sendo o primeiro em 1977 (Acima das estrelas) e o mais recente em 2011 (A espera de um milagre). Mãos ungidas foi gravado em 2004 no disco “Tudo sobre mim”.

Outro recurso muito usado no estilo pentecostal é a narração imaginando uma determinada cena. Nívea Silva marca presença com Paulo e Silas que usa este método fazendo alusão a narrativa de Atos 16.

Lauriete tem gravado 13 discos por diversas gravadoras. Seu primeiro LP foi lançado em 1982 (O arrebatamento) e o mais recente foi lançado em 2011 (Eternamente adorador). Eu vou subir foi gravado em 2007 no CD “Ensina-me”. O louvor versa sobre o arrebatamento da igreja relatado no livro do Apocalipse, que é outro tema que tem sido muito explorado nos hinos pentecostais.

Juliana Reame marca presença com Quem é aquele. A canção tem um arranjo que explora bem as camadas com violão, teclado, cordas, coral e convenções de forma envolvente. A letra exalta a Jesus, dissertando sobre seus milagres, relatados nos quatro evangelhos do Novo Testamento.

Lília Paz marca presença com a faixa título de seu trabalho homônimo - Minha fé - lançado em 2010. A letra começa confrontante e reflexiva. “Tem tanta gente sendo totalmente enganada, depositando sua fé em tanta coisa errada, estão como o coxo em frente ao tanque a esperar, não conseguem ver quem pode lhes fazer andar. É tanto amuleto tanta moda e heresia e o povo cegamente acreditando dia a dia...”.

As duas faixas seguintes voltam a temática do início do repertório.

Adriana Ferreira faz parte do cast da Line Records e participa do set list com Ele é poderoso.

Eu profetizo é faixa do disco “Tempo de colher”, primeiro trabalho da cantora Mauricéa pela Graça Music.

Nocaute abre o repertório de “Vencedor”, lançado por Elaine Martins em 2011, pela ADUD Records. Além de poder, arrebatamento, narração de histórias bíblicas e narração de fatos do cotidiano, outro recurso deste estilo são as músicas que abordar o tema sobre derrota do inimigo de nossas almas. É nesse quesito que “Nocaute em satanás...” se encaixa perfeitamente.

Com discografia datada de 1997, em 2005 Vanilda Bordieri lançou o disco “Mais um”. Representando esta fase, ouvimos “Deus proverá” que versa sobre provisão e proteção divinas fazendo alusão a Genesis 22:1-18.

Lenny Lira marca presença com Você tem direito que versa sobre “tomar posse da unção de Deus”.

O forró nordestino é um ritmo muito usado pelos artistas do estilo pentecostal e não podia ficar de fora deste álbum. O disco “Boca de profeta”, lançado por Georgete Rocha em 2009, é representada pelo hino O que Deus pode fazer a meia noite. O instrumental explora a sonoridade nordestina com sanfonas e violas, dando uma quebrada na homogeneidade do repertório

Noemi Nonato fecha a gravação com a versão ao vivo de Pássaro ferido que versa sobre esperança.

Embalado pelo centenário do Movimento Pentecostal, o terceiro volume de Promessas tem tudo para ampliar o sucesso dos seus antecessores e consolidar-se como uma das principais séries gospel do Brasil.


Compre o CD Promessas - Pentecostal na loja virtual Gospel Goods

Atenção: As análises são escritas por usuários colaboradores do Super Gospel, e descrevem suas opiniões pessoais. Os comentários e observações não necessariamente refletem as opiniões do site.

Seja social :)

 

Deixe o seu comentário


Siga-nos no twitter

Fique ligado em música gospel: @supergospel

Conheça os lançamentos e promoções: facebook.com/gospelgoods (Loja virtual Gospel Goods)



Conteúdo Top





Parceiro

O Super Gospel, o portal da música gospel, é patrocinado pela loja virtual Gospel Goods
Loja virtual Gospel Goods
Copyright - 2001 - 2018 Supergospel. Todos os direitos reservados.